quinta-feira, 10 de dezembro de 2009

AMOR MINADO


Vivo com o teu nome
beijando a minha boca
e pinto de todas as cores
o calendário da saudade
Abri as portas de minha alma
e sonhei com as recordações
fugi do abismo e das sombras
e me uni a cintilância das estrelas
para alcançar vitórias
através de sonhos
- o amor é elegante -
O amor enobrece a natureza
e transporta a luz
como biografia de um milagre
meu sonho tua carne
transpassando a minha alma
e todos os caminhos
me conduzem a ti
Minhas mãos deslizam em noites
onde esconde as estrelas
desesperadamente te encontro no
no ângulo da vida
como meu mandamento
e dentro de nossas almas encontro
a batida de nossos corações
Este amor é o sonho
fecundo no trono da ternura
amor minado que busquei
nas dunas brancas
de um mar transparente
que atravessa o tempo
e o sentido do coração
Meu coração não necessita
de bens e nem de glórias
ele é sinopse da minha existência
pura que acalma
predador encantado
do divino e do eterno
e no final desta história
segue as nossas almas
tocando sons de harpa
como melodia do amém


Rachel Omena

quarta-feira, 25 de novembro de 2009

NA PROFUNDIDADE DESTE AMOR


Canto teu corpo
e canto os teus gemidos
numa seara de caricias.
canto o teu grito, e
tua língua me afaga
Como febre dentro do ventre
corroendo prazer dentro do amor
encadeando nossos delírios
onde pertence a ti e a mim

Somos do barro moldado em mãos
suaves e lentas como algodão
na tua boca sou o sol
e destino que deleita

Mãos descobrindo grutas
nas larvas navegantes do teu toque sedento
sentimos as fragrâncias de nossos risos
num céu profano e secreto

Somos a via láctea
e não há muros erguidos
mais asas abertas de aconchegos
Nossos olhos ardem em êxtases
ao sabor do fruto e
do mel que brota da flor
numa febre que queima nossos paladares
e nos doa como vinho forte
onde suavemente nos rasgamos
E no glamour de mulher que sou
busca do amado gestos indolentes
 alma serena
conforto e laços fortes de amor
Na glória do nosso encontro
no hoje e no amanhã
no presente e o futuro
na santa cidade
de nosso encontro triunfal



Rachel Omena


segunda-feira, 16 de novembro de 2009

ESTE AMOR TEM HORA CERTA


O homem que eu amo
tem a cor da natureza
tem o hálito da laranjeira
tem o cabelo cor do mel 
tem o desejo e a paixão
tem o silêncio das estrelas
tem o brilho do sol do meio dia
tem as mãos suaves como pluma
tem no sorriso a lua
tem no seu coração o meu amor
tenho no meu coração o seu amor
este amor tem o dia certo
a hora certa da chegada
tem o momento certo do encontro
e o infinito para viver




Rachel Omena

sexta-feira, 13 de novembro de 2009

HOMENS E O SILÊNCIO NEGRO

Hoje deixo de escrever a poesia de amor para relatar a poesia da vida e do desamor



Surdos e mudos são os chacais venenosos que
vivem num mundo amargo que vomitam a fumaça de sua fome
Dentro de circuitos inflamados de maldades
são vales de papeis que rolam em um mercado forjado de desamor
onde homens vestem seus véus dentro de seus pântanos e dizem :
este é o meu testemunho
E são milhões a mastigar seu próprio vazio

 e assim são atrasos eternos
Neles, templos de confusões
sem valores sem moral
enriquecendo dentro da lama negra
de suas vidas que diante de seus olhos são vidas ,
mais que não passam de "morte"
E quando apodrecem sem luz eles travam um mundo 

de guerras que chamam de vitórias
Guerra estéril,absurdas e ridículas

 onde suas fomes crescem porque são fantoches
 e enfeitam sem pudores para
contrair a tortura ao suborno das vidas

 unindo o despertar em sofrimentos.


Abracem seus sonhos
e olham dentro de cada um
suas solidões
Torna-te limpo,ama-te
procura da vida a verdade
São tuas as estradas e suas

 as tuas encruzilhadas
coloca teus pés atrás do vento
e abriga tuas pedras
Tenham seus olhos sedados
e dentro de tua boca coloca água limpa
e esqueça os falsos risos
que acalentam hoje tuas almas
Povoa teus deserto e corram em busca
de teus barros apodrecidos de maldades
e matem de tua presença irônica
o esconderijo de teus trágicos males..


Rachel Omena


sábado, 7 de novembro de 2009

TENHO SEDE QUERO BEBER DO TEU AMOR


Você tem o tamanho certo
como tudo que é feito até o fim
um aroma ousado que se infiltra
dentro de meus desejos infinitos
tua pele em minha pele
tua língua em minha língua
teu sexo na minha mão
tua mão em meus mistérios
em atitudes ousadas
me fazendo beber
saciando a sede


Meu corpo baila
na sede de minhas entranhas
quero te sentir dentro de mim
para me esconder dentro de ti
que seja parte de mim
e na mistura de nossos sucos
teremos mais sede de nossas essências
germinada de sonhos


Quero ser vencida, invadida
eterna, descoberta, enlaçada
estreitando as valas deste amor
onde só existe você e eu
desafiando o entendimento
calmo e eufórico
na chama ardente
e em minha sede
és a gota que sacia
meus lábios sedentos
mais guardado
dentro de tua boca
eternamente

e
mais
uma vez
dormirei dentro de ti


Rachel Omena



domingo, 1 de novembro de 2009

PÁSSARO DE FOGO


Despe minhas vestes
e abre a porta meu amado
viaja entre os orvalhos
de minhas entranhas
bebe meu vinho meu mel
e imaculado seja este momento para
meu coração velar por teus sentidos
Busca-me meu amado
e voltarei a abrir a porta
coloca tua mão sobre a fresta
e o meu coração estremecerá
por teu amor
Meus cabelos estão cheios
de pingos da noite
porque suas mãos destila meu perfume
e minha alma se derrete quando você fala
estou enfermo de amor
Tu és mais amado e mais formoso
que todos os homens
tua cabeça é como o ouro
e teus cabelos como o mar
seus olhos são corrente
de águas cristalinas
seu rosto é suave como um bálsamo
e seus lábios como o lírio branco
seu corpo mais alvo que o marfim
suas pernas como colunas
entre meus beijos
o seu falar é suave e desejável
o meu amado
é
meu

Rachel Omena

quarta-feira, 28 de outubro de 2009

JÁ TE FALEI HOJE O QUANTO TE AMO ?



Sou a terra
que alimenta este amor
sou a esquina do teu coração
sou tua plenitude
sou o silêncio sou a ausência
sou as palavras
do teu  interior
te amo e
caminho sobre o céu
o infinito sou eu
Com meus lábios te beijo
e eles são quentes
como larvas de vulcão
infinitamente iluminado
dentro do mistério da lua branca
brindo tua pele na minha
fascinada viajem
entre as nuvens
eternizando nossos momentos
voando como anjo
dentro de teu amor
Busca a rosa dentro de minhas palavras
poderás encontrá-la todas as vezes
que caminhar dentro do meu coração
e ali encontrarás uma pepita de ouro
a rosa que percorre todos os seus dias
nas fronteiras infinitas deste amor
então enviarei minha estrela
para acariciar a tua pele
e quando ela voltar me trará
a essência de teu perfume
o beijo deste amor
fortaleza e esperança
para resistir
a todos os temporais
desta espera


Rachel Omena

sábado, 24 de outubro de 2009

TU AMOR ME DARÁ FUERZAS


Amor
hoy me he vuelto de seda
he encontrado una razón de vivir
te he encontrado a ti
donde lucharé por tu amor
caminaré hasta llegar a ti
no habrá distancias ni fronteras
y tu amor me dará las fuerzas
que necesito para llegar a tu lado
cuando siempre lucharé por ti
por nuestro amor y
a tu lado he aprendido a ser feliz
como un acto divino
donde sólo hay cabida para ti
te siento muy cerca de mí
cuando hago estos versos
quisiera detener el tiempo
entre promesas y besos
haciendo crecer este amor
y
yo
Amor
siempre contigo estaré
ya te encontré y no me alejaré
si este amor que sentimos es llama viva
sigamos amándonos como lo sabemos hacer
mañana será otro día
y te volveré a querer

terça-feira, 20 de outubro de 2009

PORQUE AMAR?




A mulher é o centro de um relevo
se tu ama uma mulher a flor florescerá
e se não florescer foi porque a maltratas-te
Ame tua mulher para não desfiar em dores
olhe para os peixes eles vivem
porque tem viva vegetação
Os barcos nos rios
eles necessitam pescar o melhor
para voltar com molhos
Eu te amo é a palavra certa
quando é impossível caminhar nas cordilheiras
e a vida é longa quando o amor
passa a ser o meio de teu projeto




Rachel Omena


quarta-feira, 7 de outubro de 2009

TUA VIAGEM


Zelei por este amor
caminhei nas estradas
de teus pensamentos
cavalguei em teus bosques
flutuei em teus refúgios
cuidas-te de mim
me aceitas-te em teus olhos
brincamos nas estrelas
as nuvens nos cobriam de encantamentos
o amor brilhava como flores nas campinas
caminhávamos em cavernas de diamantes
vivemos infinitamente neste mar
como pássaros voando sobre o sol
assim este amor acompanha
a estrada da lua
que aponta em horizonte vertical
onde nossas mãos extravasam
sensações permitidas e suaves
em noites que cai entre beijos serenos
onde tua boca toca a minha com suavidade
e
em tua chegada
me abraço
em teu amor



Rachel Omena

sábado, 3 de outubro de 2009

UM LAGO DENTRO DE MEUS LÁBIOS


Na profundeza do lago
brilha uma estrela cadente
em calmo sono e calma natureza
diamante como porta do oriente
ela,vela a noite de crepe
nas curvas de meus horizontes
Roubando um beijo meu sangue ferve
e ansiosas nossas bocas dançam febris
se unindo em um longo beijo
enquanto branda um calor
meus seios sente o teu peito
agonizando de desejo
sucedendo um brilho dentro d'alma
em longas madrugadas cor de opala
onde a rosa azul jorra suas essências
o sol canta e os pássaros despertam
no som de uma música de cristal
cante,cante este amor
delirante é a festa dentro deste canto
rasgando minha pele inquieta
no mar na montanha entre vales
adoçando a voz que grita de minhas entranhas
todo o meu corpo é chama em teu corpo
tua boca viaja em minha carne
e morro dentro deste amor
conspirando para a eternidade
o pranto de felicidade
ao encontro da estrela
no lago profundo
rumo a magia deste amor
" sem fim "




domingo, 20 de setembro de 2009

PALAVRAS VIVAS



Fica em silêncio meu amor
nublado está o sol de uma cor eterna
onde as águas do mar estremecem
invadindo nossas almas
como eixo da terra e
tessitura de um musical
Sou teu alimento
teu ar
sou impregnada de tua essência
teu reflexo e tua luz -sou eu-
Fome que nunca se farta
 sangue que pulsa em minhas veias
De sua natureza sou relva verde
felina em jaula do lado de fora
amor tomado de poder
bebida do teu do nosso prazer
Agora tira minha roupa
faremos juntos um caminho
desejando-nos sem decência
nesta fome insaciável
nesta fortaleza que ampara
a nossa própria sanidade





quinta-feira, 17 de setembro de 2009

SABORES SENTIDOS

Viajo em tua boca para voar e possuir-me neste meu voo e com minhas asas abertas te convido as te pertencer Rios de águas já ardem a espera de tuas buscas para descobrir as pétalas de minha carne nua como uma flor tu voas por um universo de cavernas desconhecidas umedecendo a chama Tua língua dilata meus lábios gruta dos muitos milagres que jorram águas incandescentes que flui raios de vida em tua boca molhada por meus lábios de fogo desnuda de pudores Tu bebes de meu cálice pólen vibrantes saboreado da flor de minhas marés bebendo do sal e fluindo o mel que sai e queima tua língua minhas asas combate o fogo para voarmos ao céu em busca do sol



Rachel Omena

domingo, 13 de setembro de 2009

DENTRO DO AMOR



Sublime como vulcão que acorda
quero te amar assim
iluminarei minhas noites com teu amor
olhando cada estrela do nosso universo
beijarei o pacto de caminhar lado a lado
sem limites sem fronteiras
e te amarei até adormecer
dormirei apoiada em teus braços
e quando acordarmos em cada manhã
serei o caminho onde deves caminhar
caminharemos em direção
deste amor.


Dentro del amor…


Sublime como volcán que despierta
así te quiero amar
iluminaré mis noches con tu amor
mirando cada estrella de nuestro universo
besaré el juramento de caminar lado a lado
sin límites, sin fronteras
y te amaré hasta adormecerme;
dormiré apoyada en tus brazos
y cuando despertemos en cada mañana
seré el camino por donde debes caminar,
caminaremos en dirección
de este amor






quarta-feira, 9 de setembro de 2009

O ESPINHO DA ROSA




 As rosas são poesias
que perfumam a felicidade
doce e suave
formam de sua beleza
amores sem limites
perfumes incomparáveis


Em seu peito bate um coração
atravessado de labirintos
e na dor de um só espinho
agarra-se ao seu destino
chorando sózinha


Seus sonhos perdem o viço
paira em mantos um suspiro
 tempo decadente talha seus medos
num inverno rigoroso
tenta escapar do peso de uma partida


Sua vida rasga a loucura e
no gelo da solidão um grito sinistro
o sangue entre a cova
faz ninhos de espinhos
mais num esforço sobrenatural
nunca desistirá de seu perfume


quinta-feira, 3 de setembro de 2009

SOU CIGANA DO AMOR


Hoje eu ando nos caminhos das flores
onde refletem as nuvens no bosque 
exalando o perfume de um amor cor de ouro
que caminha na leveza
em todas as direções
cercando a magnitude
 para me sentir amada

Minhas mãos são cobertas
por mãos de fogo
e meu corpo arde recordando caricias
como fogueira em dias de tempestades
Hoje o amor é chama acesa
que cobre de esperança o amanhã
da nostalgia de cada tarde de pôr do sol
e em noites de sereno transparente
eu sou o regresso
a natureza cigana 


Converte meu sangue em teu sangue
penetrando luz e lucidez
onde rasga o véu no céu
no fogo e na chama ardente
Meu pulso grita o silêncio
teu pulso em mel mergulha
onde arde toda paixão
e o punhal sela os amantes
vivenciando a consagração
de um grande amor 


sexta-feira, 21 de agosto de 2009

TENGO GANAS


Tengo ganas de dormir abrazado a ti
para sentir que el mundo es mio
tengo ganas de soñar con lo dulce de tus labios
para saber que en ellos soy feliz
tengo ganas de amanercer en tus brazos
y que me regales tu mejor sonrisa
para descubrir que con ello mi malestar se vuelve bien
tengo ganas de perderme en las palabras que dices
tengo ganas de inventarle un dia de mas al calendario
tengo ganas de detener el tiempo para que cuando
estemos juntos se haga eterno el momento
tengo ganas de despertar cada poro de tu piel
con una caricia con un beso
tengo ganas de sentir la humedad de tus besos en mi piel
tengo ganas de desbordar la pasion que llevamos guardada
tengo ganas de mirarte a los ojos
para que logres entender que esto es amor
tengo ganas de llevarte a lugares desconocidos
sin despegar los pies del suelo
tengo ganas de imaginar que estas
que sigues que me amas
para que cada dia y a cada segundo
pueda pronunciar entre mis labios tu nombre
ese que con tan solo pensarlo me hace volar
directo a tu corazon
tengo ganas de invintarte a descobrir lo que hay
en mi corazón sin reservas para ti.

quinta-feira, 20 de agosto de 2009

SOU MULHER


Trago um sentimento brotado
das minhas sementes e rebentos
Sou toda fertilidade e poder
Frágil...sinto medo
quando a noite chega
com seu manto de imensidão
Alegre...sou só sorriso
quando o dia dança
e me prende com puro clarão
Na angústia... sou triste
quando o tempo...
mestre do leme que navega
geme se rasga e prossegue
Na doçura...sou encanto
No brilho...sou rendas e fendas
Na emoção... sou lágrima pura
Porque sou o úmido sentimento brotado da retina
Sou o que você não vê...mas sente
Sou MULHER...

terça-feira, 4 de agosto de 2009

MEU PÁSSARO DOURADO



Meu pássaro de asas cor do sol
És a estrela brilhante
de meu amanhecer
a ave silvestre que colhe sementes
de meu entendimento
Cantando submerge a lugares altos
entre meus conhecimentos ocultos
e como pássaro humano caminhas
em passos lentos
buscando entre as cordas de meus labirintos
formulas para encontrar poderes invisíveis
propondo-me nas madrugadas frias
ser meu poema de amor
Meu pássaro quero te conceder
primícias de primavera
para que sejas minha flor de ouro
e bebas o néctar de minhas essências
em meu sangue a delícia conduz
a beleza de meus lábios nus
brilhando a luz do meu destino
Voa na caricia desta brisa preciosa
no meu amor
no meu desejo
e quando regressar
ao teu
e ao meu
destino
que nossas asas sejam o fruto da espera
o matrimônio das quatro estações
o templo que nos conduz a sabedoria
a noite eterna que desperta as gaivotas
no descanso em dias de encantamento




Mi pájaro de alas de color de sol
eres la estrella brillante de mis amaneceres
ave silvestre que coges
semillas de mi entendimiento
cantando te sumerges a mis interiores
de mis conocimientos ocultos
Como pájaro humano caminas
a pasos lentos
buscando entre los caminos de mis laberintos
formulas para encontrar poderes invisibles
Propones en las madrugadas
frías transmitir el calor
de mi cuerpo caliente que se transforma en poema de amor
Mi pájaro dorado quiero concederte
las primicias de la primavera
para que seas mi flor dorada
y bebas el néctar de mis esencias
Tú eres mi sangre que conduce la belleza
de mis labios desnudos
flotando en mi farol de fuego
donde brilla la luz de mi destino
Vuela
en las caricias de esta brisa preciosa
en mi amor
en mi deseo
y cuando regresemos
a mi destino y al tuyo
nuestras almas serán el fruto de la espera
el matrimonio de las cuatro estaciones
el templo que nos conduce a la sabiduría
a la noche eterna que despiertan las gaviotas
al descanso en días de encantamiento



Reticências

Reticências

Cristal de uma mulher!!!

Alma de poeta
coração de mulher,
por isso mesmo
vive a poesia
em sua magia
mais pura.

Tens também
por serdes
mulher-poeta
a sensibilidade
de um lírio
na pureza de
sua castidade.

A música mora
em seu coração
de natureza afroditiana,
a poesia em sua
forma mais liquida
dança devaneios
românticos em
sua alma feita
das fibras febris
da paixão.

Erotismo em
forma de mulher,
trovadora do
deleite sensual,
entoas em seus
lábios curvilíneos
os versos das canções
que exaltam o prazer
orgástico na sua mais
doce essência.

Cristal de uma mulher
onde as luzes do
regozijo da fêmea
o atravessam para
iluminarem o mundo
dos homens que delas
carecem desesperadamente.

Cisne branco que nada
soberbamente sob o
lago cristalino da
anima humana, pássaro
frondoso com canto de
sereia que arde em seu
peito encantando-me,
enquanto o escuto
e navego na nau das minhas
visões dionisíacas.

- ELTON SIPIÃO O ANJO DAS LETRAS.
sexta-feira, 7 de junho de 2013