quarta-feira, 22 de abril de 2009

MELANCOLIA DE UMA MULHER


Numa estranha ausência de Paz...
Onde o cansaço perturba minha mente..
A solidão toma todos os espaços...
Os pensamentos voam mais que o vento...
E as sombras da dor me perseguem,
como palavras surdas na imensidão....
Minhas lágrimas agora rolam em minha face ...

um grito de socorro que não se escuta....
Morro aqui sozinha,
com a dor do meu silêncio..
Envolvo-me num mar de labirintos...
Esperei... Esperei...
Esperei tanto !
Mas,como lâmina que corta....
Me vem a dor que sangra a alma...
Na ausência, da tua presença....
Aqui dentro,
entre as quatro paredes do meu quarto,
eu me encontro só.
Tentei me segurar mas despenquei !


Rachel Omena

Reticências

Reticências

Cristal de uma mulher!!!

Alma de poeta
coração de mulher,
por isso mesmo
vive a poesia
em sua magia
mais pura.

Tens também
por serdes
mulher-poeta
a sensibilidade
de um lírio
na pureza de
sua castidade.

A música mora
em seu coração
de natureza afroditiana,
a poesia em sua
forma mais liquida
dança devaneios
românticos em
sua alma feita
das fibras febris
da paixão.

Erotismo em
forma de mulher,
trovadora do
deleite sensual,
entoas em seus
lábios curvilíneos
os versos das canções
que exaltam o prazer
orgástico na sua mais
doce essência.

Cristal de uma mulher
onde as luzes do
regozijo da fêmea
o atravessam para
iluminarem o mundo
dos homens que delas
carecem desesperadamente.

Cisne branco que nada
soberbamente sob o
lago cristalino da
anima humana, pássaro
frondoso com canto de
sereia que arde em seu
peito encantando-me,
enquanto o escuto
e navego na nau das minhas
visões dionisíacas.

- ELTON SIPIÃO O ANJO DAS LETRAS.
sexta-feira, 7 de junho de 2013