quarta-feira, 22 de abril de 2009

MELANCOLIA DE UMA MULHER


Numa estranha ausência de Paz...
Onde o cansaço perturba minha mente..
A solidão toma todos os espaços...
Os pensamentos voam mais que o vento...
E as sombras da dor me perseguem,
como palavras surdas na imensidão....
Minhas lágrimas agora rolam em minha face ...

um grito de socorro que não se escuta....
Morro aqui sozinha,
com a dor do meu silêncio..
Envolvo-me num mar de labirintos...
Esperei... Esperei...
Esperei tanto !
Mas,como lâmina que corta....
Me vem a dor que sangra a alma...
Na ausência, da tua presença....
Aqui dentro,
entre as quatro paredes do meu quarto,
eu me encontro só.
Tentei me segurar mas despenquei !


Rachel Omena

15 comentários:

  1. WOW hermosos versos. me he quedado con el deseo de sentirlos, vivir los. preciosos..

    saludos fraternos
    un abrazo

    ResponderExcluir
  2. No es nada bueno sentirte asi Adolfo. Ese es un sentimiento sin palabras porque las palabras no existen para ellos.Mas, amigo,todo es questión de tiempo porque hoy si llora ,manana es otro dia y siempre con muchas novidades buenas por si solo el hombre es todo el ello quiere ser!Gracias por quierer sientir la dolor del poetisa ,veo que esres un bueno hombre y amigo.

    ResponderExcluir
  3. Juan Carlos ..Peru23 de abril de 2009 04:11

    como el sentir de tus manos al escribir lo sentido , cuando ya no escribas , extrañare tus manos
    bueno cuando reconoces el sentir mismo la dinamioca entre tu y lo sentido como quien dice de piel para adentro lo demas fluye por si solo
    q llamamos mundo vid solo es una replica una representacion de tu interior
    como si los limites del cuerpo la piel dejaran de tener sentido
    y confabularamos en sincronia contigo conmigo
    como la vida misma

    ResponderExcluir
  4. PER LA MIA CARA AMICA RACHEL


    da quando ti ho incontrato ho visto in te una donna molto simpatica, carina, intelligente, speciale, lavoratrice, testarda, amante della vita ,una donna testarda che pur di emergere fa di tutto per salire nella scala sociale
    naturalmente tutto onestamente e senza compromessi
    Per questo ammiro questa donna
    che purtroppo
    adesso
    piano piano
    si sta accorgendo
    che è troppo sola
    AD UNA CERTA ETA' NON SI PUO' VIVERE SOLI
    bisogna avere qualcuno al fianco che ti ama, ti accare a, ti coração, ti parla
    e ti baci.L'amore è grande e non bisogna mai disperare finchè c'è vita c'è speranza
    un BACIONE
    .
    La bellezza non è quella che si vede, ma quella che sta nascosta dentro di noi
    CARPE DIEM...

    Michele Giacomo

    ResponderExcluir
  5. Querida amiga Rachel ,a vida é uma poesia e tudo fica mais perfeito que tú estas nela...Que mulher facinante e cheia de misterios!!!!!
    Você é de uma beleza que o homem não sabe distinguir....viva...viva e viva não morra porque es uma bela Mulher!!!!

    Marlos borges...EUA

    ResponderExcluir
  6. Passarinho porque sofre tanto? Busca em tua beleza e juventude a beleza de sorrir,porque homens não te faltam.Uma muher tão culta de bonita quantos não te gostariam de ter?

    Muitas alegrias e felicidade muher bonita.. Paulo Vernnes

    ResponderExcluir
  7. Que bellito amiga...no sufras asi,por favor...besos de tu amiga de España..Maria Guida.

    ResponderExcluir
  8. Amiga tu eres una eres una mujer apasionada vivi el amor eu tu corazón...
    Besos amiga.

    ResponderExcluir
  9. إن المرأة التي تريد ان يفتتنون بلادي

    ملكة

    ResponderExcluir
  10. Rachel desta vez você chegou ao limite máximo. Minha prima onde está aquela mulher que transborda alegria de viver? Sendo eu sua prima sempre pasou felicidade e virtudes.Não tenho que ir ver isto de perto....Alegria minha prima não te deixe abater pela dor...Estamos aqui sua fámilia te adora...
    Beijos Silvia Omena

    ResponderExcluir
  11. Prima a alegria é o colapso da natureza...Um dia se tem tudo outro nada...Aprenda isto...Eu sou feliz e tenho muito para ti e para meu próximo...Beijos amada Silvia.

    ResponderExcluir
  12. Raquel a força de teu pensamento é a fortaleza de teus dias.

    Um forte abraço

    ResponderExcluir
  13. Que lindo amiga... Que profundo... Que triste... Mais sofrer faz parte do amor, da paixão, dos ensinamentos... Sejam eles quais forem... Sofra sim, pq sofrer não é vergonha, chorar não é vergonha amiga. Vergonha é não ter a sensibilidade para se entregar de corpo e alma aos sentimentos. Bjus e se cuide...

    ResponderExcluir
  14. SACAR LO QEU SENTIMOS QUE BUENO ES !!

    ResponderExcluir
  15. A solidão às vezes machuca com a falta de um amor ao lado, mas não devemos nos entregar a dor e sim tirar dela o fôlego para nos reencontrar.Beijos

    ResponderExcluir

Onde existe luz também existe sombras

DE SUA POESIA

Afortunados são os que tem a capacidade de escrever poesia e fazer seu outro oficio,e também são aqueles que o leem e constroem um refugio onde refrescam seu espírito com a bebida gratificante de palavras e sentimentos, que eleva seu espírito até um céu limpo de nuvens onde só brilha a luz de sua inspiração. Uma obra de arte é boa se há nascido ao impulso de uma íntima necessidade.

Precisamente neste seu modo de engendrar-se radica e estriba o valor da poesia, porque explora as profundidades de onde mana a vida. Alí radica a historiada beleza da poesia, a que coabita o humano e para o humano, a que vá escrevendo paralelamente a história da humanidade. E neste ordenamento perfeito do caos, que antecede a beleza e se concebe a grandiosa poesia.

Muitas vezes me perguntei em meio destes desvelos que me perseguem e que me anuncia a aparição da palavra ¡ Que misteriosos meios, de sopros desconhecidos e germinais movem a este grupo de pessoas a resgatar ”tempo do tempo” para acudir inverno e verão, embaixo da chuva persistente ou um sol que transpassa, a cumprir com uma missão irredutível de escrever poesia.

È muito difícil dar uma opinião sobre o proveito da poesía individualmente; depende de fatores particulares do poeta. Pode ser a concreção de uma necessidade essencial, uma maneira de ver e mostrar o mundo, uma maneira de sentir junto com outros. Do que vou fazer, fazendo este prólogo deste trabalho solitário, silencioso e inspirador que realiza a escritora brasileira Rachel Rocha Omena (Maceió Alagoas). Recebedora deste portentoso mistério, onde recolhe a beleza que sente seu espírito, traslada a palavras com sua máxima expressão . Em cada um de seus poemas nos demonstra que a poesia é como a água que sustenta a terra. Porque atrás da palavra está o sopro poético, e a sombra invisível que forma a arquitetura das paisagens interiores do homem, que constitui a verdadeira essência do ser, que se cobre e dialoga dentro de nós mesmos.

A poesia é a instauração do ser com a palavra. Exatamente é assim. O cristal de uma mulher se transforma e se converte em beleza . Nos eleva ao universo que para a escritora é como uma infinita galeria de arte , de pequenas e grandes obras maestras que sustentam o frágil e as vezes o miserável espectro de nossas realidades. Sente em cada verso a necessidade de ligar e conciliar o mundo com o universo onde habita a harmonia como pedra angular da beleza . Levando a poetisa a estabelecer seu mundo desde onde inicia a construção de seu próprio edifício para abrir a janela das escuridões para a luz, a elevação do cotidiano as comarcas da beleza, assim, a chuva sobre o jardim, o cantar dos insetos nas noites, a espuma e o cheiro do mar ao romper na praia , o aroma do pão ao ser cozido, o homem urbano e seus fantasmas diários, o amor, a ternura, a alegria, todas as pequenas e grandes coisas que fazem uma alma ir repetível poético . Rachel Rocha Omena é uma das escritoras mais peculiares da nova literatura de Alagoas. De versos amatórios vibrantes por seu romantismo e por sua perpetua forma de amar. Leve como suspensa no tempo, os textos e a paisagem. Narrativo do amor que nos transmite laboriosa a cultura das palavras, nos produz o encanto e a serenidade que somente emerge de uma constante harmonia interior.

Há uma linguagem plena de desfrutes do carinho, da generosidade de compartilhar sentimentos , que faz que aflore em cada um dos leitores sentimentos e emoções que voam como uma pluma para os profundos e misteriosos filtros do amor. Esta é a ação e reação alquímica que produz fascinação e fará que nos cerque como espectadores a seu poema a cada momento.

O mérito a sua poesia é como se saíram cristais de sua boca. Palavras de cristais, que encandeiam e encantam e caem no resplendor da memória do leitor. Tem uma trajetória poética pela precocidade e a intensividade e que vence assim a diáspora do tempo nesta terra que há deixado a seus cantores da palavra.

Sua melhor qualidade reside em ser o centro mesmo da claridade e as inspirações do homem, de seu abismo e de seus sonhos mais altos.


Víctor Manuel Guzmán

Maceió Alagoas, 11 de janeiro del 2011

Reticências

Reticências

Cristal de uma mulher!!!

Alma de poeta
coração de mulher,
por isso mesmo
vive a poesia
em sua magia
mais pura.

Tens também
por serdes
mulher-poeta
a sensibilidade
de um lírio
na pureza de
sua castidade.

A música mora
em seu coração
de natureza afroditiana,
a poesia em sua
forma mais liquida
dança devaneios
românticos em
sua alma feita
das fibras febris
da paixão.

Erotismo em
forma de mulher,
trovadora do
deleite sensual,
entoas em seus
lábios curvilíneos
os versos das canções
que exaltam o prazer
orgástico na sua mais
doce essência.

Cristal de uma mulher
onde as luzes do
regozijo da fêmea
o atravessam para
iluminarem o mundo
dos homens que delas
carecem desesperadamente.

Cisne branco que nada
soberbamente sob o
lago cristalino da
anima humana, pássaro
frondoso com canto de
sereia que arde em seu
peito encantando-me,
enquanto o escuto
e navego na nau das minhas
visões dionisíacas.

- ELTON SIPIÃO O ANJO DAS LETRAS.
sexta-feira, 7 de junho de 2013