sábado, 2 de maio de 2009

FENÔNEMO DO SÉCULO



?


Aprisionada pela força do amor
 dos meus sentidos faço morada
Sou o que se pode dizer 
o inacabável corrimão de paixões
paixões desmedidas e de
 encruzilhadas cercadas de vidas

No meu amanhecer sou muitos "sois"
que brilham em torno de mim mesma
 ou em todas as direções da terra mãe


Muito amada fui, mas tive que 
deixar para trás todos os amores vividos em 
 doses e sabores que o tempo me presenteou 

E para viver meu agora 
tive que esquecer deste passado  
para entender que na vida correm
momentos e existências

 Viver mais, sonhar mais, esta é a meta
quando se chega a um final de descobertas

Aprendi que o grande vilão de nossa natureza humana
é falar do Amor mais não conhecê-lo
Aquilo que não se compreende quando
é tempo de vivê-lo e tempo de senti-lo 

Vejo que existe uma grande diferença
entre conhecer o caminho e percorrê-lo

Entendo que estamos sem rumo
sempre em direção de nós mesmos
precisando seguir rumo ao próprio destino
sem que pare a força da natureza
que se chega a vida

Volúpia de paixões no viver "tu e eu" ou "nós"
 vivendo para alma nos confins do infinito


22 comentários:

  1. Queria poder expressar o quanto é maravilhoso este sentimento de ternura e carinho. É tão valioso e brilhante, feito um laço invisível que une almas! Você é especial!
    bjos Ubrin

    ResponderExcluir
  2. Queria poder expressar o quanto é maravilhoso este sentimento de ternura e carinho. É tão valioso e brilhante, feito um laço invisível que une almas! Você é especial!
    bjos Ubrin

    ResponderExcluir
  3. Bom dia querida Rachel
    Entendo que estamos sem rumo sempre em direção de nós mesmos precisando seguir rumo ao próprio destino sem que pare a força da natureza que chamamos de vida.
    Que maravilha de mensagem Mulher...Quanto senso político e sosial numa mistura de sensibilidade e efeitos economicos.
    Uma poesia perfeita para uma mulher perfeita...Agradeço a Deus por você existir bela Rachel. Efraim Callos

    ResponderExcluir
  4. Rachel somemos a poesia que é nada menos que a alma do poeta.Amiga vejo tua sensibilidade pela vida social da humanidade , e quero te dizer que fico agradecida por existir pessoas que lutam escrevendo altas criticas aos corruptos do nosso mundo e que infelismente ficam só nas latras porque nada se pode fazer. Sobre a covardia do integral..Beijos amiga. Sou de Santos S.P e sempre estou contigo em teus escritos.Parabéns querida.

    ResponderExcluir
  5. Que fascinante.Gosto de tudo que você escreve sou teu escravo. rsrrs Beijos Matheus Aguiar

    ResponderExcluir
  6. Parabéns menina vejo em você além de grande escritora poetica da atualidade que és sensivel ao nosso meio economico e social.

    ResponderExcluir
  7. Marcelo Novais Coimbra3 de maio de 2009 09:37

    Carissima Senhora Rachel tenho acompanhado tua história desde sempre e hoje te escrevo já que não conseguia me colocar aqui acho por erros meus mesmo.Agora o importante é dizer da falta de pessoas assim no nosso meio político e social.Vejo que poderias ser uma grande governante do estado porque precisamos sim de pessoas transparentes para unir ao povo sofrido e destruir a corrupção do nosso século.Parabéns por tantas poesias vinda de teu coração e também te desejo muita sorte no amor já que vejo nelas muitos sofrimentos e solidão de sua pessoas...Bola para frente porque você é uma mulher bonita e inteligente..Obrigada .

    ResponderExcluir
  8. Amiga estás de parabéns..Beijos Madalena.

    ResponderExcluir
  9. Raquel como pessoa você não deixa a desejar,como poeta tudo que escreve me faz chorar de alegria e nestas metaforas que escreve ai vejo a tua sensibilidade politica social economica. Verdadeiramente brilhas amiga.

    ResponderExcluir
  10. Homens estarecidos é o que encontramos em nosso meio.Parabéns poeta da VIDA...

    ResponderExcluir
  11. Vicente Oraculos3 de maio de 2009 09:45

    Rachel tua fortaleza é formada por teus olhos que fascinam a natureza das flores.
    Amiga esta poesia é para ti com muito carinho e solidariedade por tamanhas letras que encontro em seu blog. Continua assim e veja a possibilidade de escrever um livro ,seria maravilhoso. Vicente Oracolos.

    ResponderExcluir
  12. Parabens por teu cantinho tão maravilhoso. Paulo Chagas

    ResponderExcluir
  13. Venho desde Portugual te parabenizar por tamanha capacidade de escrever .Suas poesias te enchem de formosura e em particular gostaria de conhecer-le pessoalmente porque sou apaixonado por seus poemas.Pitta

    ResponderExcluir
  14. Metáforas e metáforas perfeito Rachel. Parabéns..Maria de Parana

    ResponderExcluir
  15. O desastre economico nos chega de novo no Brasil . Assim como F. Collor raspou todo nosso dinheiro que estava nos bancos ,assim O Lula com sua indecência de político quer fazer o mesmo. Olha temos que buscar honra onde não existe..rsrsrsrsr

    ResponderExcluir
  16. Traté de leer, pero me fue más complicado de lo que pensaba.

    SalU2
    T.

    ResponderExcluir
  17. hola, yo hablo y escribo en español. Y mira lo maravilloso que es esta cercanía entre nuestras dos lenguas.

    Entiendo en gan parte lo que dice tu texto. Tu texto es hermoso, y con buenas fotos. Y me parece que también tú, Rachel, me entiendes.

    Saludos y abrazos , amiga, que tengas una bella semana
    ;D

    ResponderExcluir
  18. Estou fascinado pela poesia pela qual trazes a nós esta visão fascinante do mundo, das pessoas, das sestruturas. Tua pagina eh um tesouro de arte, beleza e sensibilidade. Esta de parabens, voce, com o talento e iniciativa, e nós, que podemos desfrutar de toda esta maravilhosa poesia. Eugênio Acioli - Natal/RN.

    ResponderExcluir
  19. Gracias por todos que com mucho cariño tiene visitado mi blog..
    Edig no desiste de el leer porque es mucho bueno telo aqui como amigo,besos.
    Roger gracias querido amigo es un encanto de pesona.
    Eugenio que bom tê-lo comigo amiga espero que vá me acompanhando porque é sempre bom estar con tantos amigos em volta ,me parece que a vida continua e este blog não é meu mais de todos os meus leitores...Obrigada y muchas gracias...Besos

    ResponderExcluir
  20. Menina desta vez você se mostrou que é uma verdadeira brasileira.Prabens por tua coragem.. Rosa Nadia. Rio Grande do Sul

    ResponderExcluir
  21. Rachel parabéns por tua solidariedade e tuas poesias são cheias de amor e ternura...meu carinho.

    ResponderExcluir
  22. ótimo post, é bom te ler. Gosto daqui,
    maurizio

    ResponderExcluir

Onde existe luz também existe sombras

DE SUA POESIA

Afortunados são os que tem a capacidade de escrever poesia e fazer seu outro oficio,e também são aqueles que o leem e constroem um refugio onde refrescam seu espírito com a bebida gratificante de palavras e sentimentos, que eleva seu espírito até um céu limpo de nuvens onde só brilha a luz de sua inspiração. Uma obra de arte é boa se há nascido ao impulso de uma íntima necessidade.

Precisamente neste seu modo de engendrar-se radica e estriba o valor da poesia, porque explora as profundidades de onde mana a vida. Alí radica a historiada beleza da poesia, a que coabita o humano e para o humano, a que vá escrevendo paralelamente a história da humanidade. E neste ordenamento perfeito do caos, que antecede a beleza e se concebe a grandiosa poesia.

Muitas vezes me perguntei em meio destes desvelos que me perseguem e que me anuncia a aparição da palavra ¡ Que misteriosos meios, de sopros desconhecidos e germinais movem a este grupo de pessoas a resgatar ”tempo do tempo” para acudir inverno e verão, embaixo da chuva persistente ou um sol que transpassa, a cumprir com uma missão irredutível de escrever poesia.

È muito difícil dar uma opinião sobre o proveito da poesía individualmente; depende de fatores particulares do poeta. Pode ser a concreção de uma necessidade essencial, uma maneira de ver e mostrar o mundo, uma maneira de sentir junto com outros. Do que vou fazer, fazendo este prólogo deste trabalho solitário, silencioso e inspirador que realiza a escritora brasileira Rachel Rocha Omena (Maceió Alagoas). Recebedora deste portentoso mistério, onde recolhe a beleza que sente seu espírito, traslada a palavras com sua máxima expressão . Em cada um de seus poemas nos demonstra que a poesia é como a água que sustenta a terra. Porque atrás da palavra está o sopro poético, e a sombra invisível que forma a arquitetura das paisagens interiores do homem, que constitui a verdadeira essência do ser, que se cobre e dialoga dentro de nós mesmos.

A poesia é a instauração do ser com a palavra. Exatamente é assim. O cristal de uma mulher se transforma e se converte em beleza . Nos eleva ao universo que para a escritora é como uma infinita galeria de arte , de pequenas e grandes obras maestras que sustentam o frágil e as vezes o miserável espectro de nossas realidades. Sente em cada verso a necessidade de ligar e conciliar o mundo com o universo onde habita a harmonia como pedra angular da beleza . Levando a poetisa a estabelecer seu mundo desde onde inicia a construção de seu próprio edifício para abrir a janela das escuridões para a luz, a elevação do cotidiano as comarcas da beleza, assim, a chuva sobre o jardim, o cantar dos insetos nas noites, a espuma e o cheiro do mar ao romper na praia , o aroma do pão ao ser cozido, o homem urbano e seus fantasmas diários, o amor, a ternura, a alegria, todas as pequenas e grandes coisas que fazem uma alma ir repetível poético . Rachel Rocha Omena é uma das escritoras mais peculiares da nova literatura de Alagoas. De versos amatórios vibrantes por seu romantismo e por sua perpetua forma de amar. Leve como suspensa no tempo, os textos e a paisagem. Narrativo do amor que nos transmite laboriosa a cultura das palavras, nos produz o encanto e a serenidade que somente emerge de uma constante harmonia interior.

Há uma linguagem plena de desfrutes do carinho, da generosidade de compartilhar sentimentos , que faz que aflore em cada um dos leitores sentimentos e emoções que voam como uma pluma para os profundos e misteriosos filtros do amor. Esta é a ação e reação alquímica que produz fascinação e fará que nos cerque como espectadores a seu poema a cada momento.

O mérito a sua poesia é como se saíram cristais de sua boca. Palavras de cristais, que encandeiam e encantam e caem no resplendor da memória do leitor. Tem uma trajetória poética pela precocidade e a intensividade e que vence assim a diáspora do tempo nesta terra que há deixado a seus cantores da palavra.

Sua melhor qualidade reside em ser o centro mesmo da claridade e as inspirações do homem, de seu abismo e de seus sonhos mais altos.


Víctor Manuel Guzmán

Maceió Alagoas, 11 de janeiro del 2011

Reticências

Reticências

Cristal de uma mulher!!!

Alma de poeta
coração de mulher,
por isso mesmo
vive a poesia
em sua magia
mais pura.

Tens também
por serdes
mulher-poeta
a sensibilidade
de um lírio
na pureza de
sua castidade.

A música mora
em seu coração
de natureza afroditiana,
a poesia em sua
forma mais liquida
dança devaneios
românticos em
sua alma feita
das fibras febris
da paixão.

Erotismo em
forma de mulher,
trovadora do
deleite sensual,
entoas em seus
lábios curvilíneos
os versos das canções
que exaltam o prazer
orgástico na sua mais
doce essência.

Cristal de uma mulher
onde as luzes do
regozijo da fêmea
o atravessam para
iluminarem o mundo
dos homens que delas
carecem desesperadamente.

Cisne branco que nada
soberbamente sob o
lago cristalino da
anima humana, pássaro
frondoso com canto de
sereia que arde em seu
peito encantando-me,
enquanto o escuto
e navego na nau das minhas
visões dionisíacas.

- ELTON SIPIÃO O ANJO DAS LETRAS.
sexta-feira, 7 de junho de 2013