domingo, 13 de setembro de 2009

DENTRO DO AMOR



Sublime como vulcão que acorda
quero te amar assim
iluminarei minhas noites com teu amor
olhando cada estrela do nosso universo
beijarei o pacto de caminhar lado a lado
sem limites sem fronteiras
e te amarei até adormecer
dormirei apoiada em teus braços
e quando acordarmos em cada manhã
serei o caminho onde deves caminhar
caminharemos em direção
deste amor.


Dentro del amor…


Sublime como volcán que despierta
así te quiero amar
iluminaré mis noches con tu amor
mirando cada estrella de nuestro universo
besaré el juramento de caminar lado a lado
sin límites, sin fronteras
y te amaré hasta adormecerme;
dormiré apoyada en tus brazos
y cuando despertemos en cada mañana
seré el camino por donde debes caminar,
caminaremos en dirección
de este amor






Reticências

Reticências

Cristal de uma mulher!!!

Alma de poeta
coração de mulher,
por isso mesmo
vive a poesia
em sua magia
mais pura.

Tens também
por serdes
mulher-poeta
a sensibilidade
de um lírio
na pureza de
sua castidade.

A música mora
em seu coração
de natureza afroditiana,
a poesia em sua
forma mais liquida
dança devaneios
românticos em
sua alma feita
das fibras febris
da paixão.

Erotismo em
forma de mulher,
trovadora do
deleite sensual,
entoas em seus
lábios curvilíneos
os versos das canções
que exaltam o prazer
orgástico na sua mais
doce essência.

Cristal de uma mulher
onde as luzes do
regozijo da fêmea
o atravessam para
iluminarem o mundo
dos homens que delas
carecem desesperadamente.

Cisne branco que nada
soberbamente sob o
lago cristalino da
anima humana, pássaro
frondoso com canto de
sereia que arde em seu
peito encantando-me,
enquanto o escuto
e navego na nau das minhas
visões dionisíacas.

- ELTON SIPIÃO O ANJO DAS LETRAS.
sexta-feira, 7 de junho de 2013