terça-feira, 12 de janeiro de 2010

UMA PONTE AO AMOR


Voarei a terra de tua alma
porque ali encontrarei meus sentidos
Voarei sobre o céu de teus olhos
porque ali encontrarei minha paz
Voarei aos teus dias
porque ali eu te amarei
Voarei a teus laços
porque dali jamais sairei

E quando ali eu chegar
Serei o sentido para tu viver
Serei a paz e o teu céu
Serei os teus dias no nosso encontro
Serei a paz de tua meditação
Serei o amor que tu sempre esperou
Serei os teus braços
Serei tuas mãos
Serei aquela que sacia teus desejos
Serei a rosa que você me oferta
Serei e teu licor
Serei a mulher do teu sexo
Serei a flor gloriosa de teus êxtases
Serei um ritual dentro de teu sangue
Serei a fonte de teus sentimentos
Serei a guardiã de teu sono
Serei a fada de teus sonhos
Serei as sementes para colher teus instantes
Serei desde ti e serei para ti
Serei sempre a tua poesia
Serei o teu passado e o teu presente
Serei eu a que eleva os teus momentos e a tua felicidade.



Un puente al amor 


Volaré a la tierra de tu alma
porque allí encontraré mis sentidos
Volaré sobre el cielo de tus ojos
porque allí encontraré mi paz
Volaré a tus días
porque allí te amaré
Volaré a tus lazos
porque de allí jamás saldré
  Y cuando allí yo llegue
Seré el sentido para que tú vivas
Seré la paz y tu cielo
Seré tus días de nuestro encuentro
Seré la paz de tu meditación
Seré el amor que tú siempre esperaste
Seré tus brazos
Seré tus manos
Seré aquella que sacia tus deseos
Seré la rosa que tú me ofreces
Seré tu champaña y tu licor
Seré la mujer de tu sexo
Seré la flor gloriosa de tus éxtasis
Seré un ritual dentro de tu sangre
Seré la fuente de tus sentimientos
Seré la guardiana de tu dormir
Seré el hada de tus sueños
Seré las semillas para tomar tus instantes
Seré desde ti y seré para ti
Seré siempre tu poesía
Seré tu pasado y tu presente
Seré quien eleve tus momentos y tu felicidad. 

Reticências

Reticências

Cristal de uma mulher!!!

Alma de poeta
coração de mulher,
por isso mesmo
vive a poesia
em sua magia
mais pura.

Tens também
por serdes
mulher-poeta
a sensibilidade
de um lírio
na pureza de
sua castidade.

A música mora
em seu coração
de natureza afroditiana,
a poesia em sua
forma mais liquida
dança devaneios
românticos em
sua alma feita
das fibras febris
da paixão.

Erotismo em
forma de mulher,
trovadora do
deleite sensual,
entoas em seus
lábios curvilíneos
os versos das canções
que exaltam o prazer
orgástico na sua mais
doce essência.

Cristal de uma mulher
onde as luzes do
regozijo da fêmea
o atravessam para
iluminarem o mundo
dos homens que delas
carecem desesperadamente.

Cisne branco que nada
soberbamente sob o
lago cristalino da
anima humana, pássaro
frondoso com canto de
sereia que arde em seu
peito encantando-me,
enquanto o escuto
e navego na nau das minhas
visões dionisíacas.

- ELTON SIPIÃO O ANJO DAS LETRAS.
sexta-feira, 7 de junho de 2013