segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

COMUNHÃO ETERNA


Seja breve a eternidade deste mar
meu olhar pausa e anuncia
o encontro com o nosso tempo
viajando num horizonte longínquo
 conduzindo a um repouso iluminado
em belas e cálidas tardes de verão
Fazendo versos de tuas palavras
faço melodias de teus encantamentos
e perdida neles dorme minha alma
mergulhada no oceano de nosso destino
Levito na ciranda que aquece o sol
sendo tu a extensão de meus olhos
horas passam, dias correm
e conduz a nossa história
acordando nos arcos de teus abraços
e superando o impossível
aguardando a volta de um novo amanhecer


Reticências

Reticências

Cristal de uma mulher!!!

Alma de poeta
coração de mulher,
por isso mesmo
vive a poesia
em sua magia
mais pura.

Tens também
por serdes
mulher-poeta
a sensibilidade
de um lírio
na pureza de
sua castidade.

A música mora
em seu coração
de natureza afroditiana,
a poesia em sua
forma mais liquida
dança devaneios
românticos em
sua alma feita
das fibras febris
da paixão.

Erotismo em
forma de mulher,
trovadora do
deleite sensual,
entoas em seus
lábios curvilíneos
os versos das canções
que exaltam o prazer
orgástico na sua mais
doce essência.

Cristal de uma mulher
onde as luzes do
regozijo da fêmea
o atravessam para
iluminarem o mundo
dos homens que delas
carecem desesperadamente.

Cisne branco que nada
soberbamente sob o
lago cristalino da
anima humana, pássaro
frondoso com canto de
sereia que arde em seu
peito encantando-me,
enquanto o escuto
e navego na nau das minhas
visões dionisíacas.

- ELTON SIPIÃO O ANJO DAS LETRAS.
sexta-feira, 7 de junho de 2013