sexta-feira, 26 de março de 2010

ESPELHO DE NOSSAS ALMAS




Você nasce em mim a cada amanhecer
e em cada relva verdejante
  você deixa em mim a tua essência
Vive em mim a cada entardecer
no ar que eu respiro e purifico
E  no anoitecer meu olhar fica sereno
onde viaja meus pensamentos a teu coração
Nas madrugadas faço amor contigo
viajo por uma estrada muito longa
subindo montanhas ,voando até o céu
e em cada estrela  coloco o teu nome
perdendo as rédeas do meu coração
porque agora para viver preciso de teu amor


Permití que entrasse no bosque de meus sentidos
e embriagada estou de tuas doces palavras
onde beberemos todos os rios de nossas bocas
e nossa respiração se tornará delírio dentro do nosso universo
Famintos buscaremos em nossos olhos a seiva de nosso sexo
 sentiremos nossas almas percorrendo planos divinos
e quando o mundo acordar  perceberá a luz em frente as sombras
 em sintonia estará o brilho de nossa cumplicidade e fantasia
invadindo os teus domínios e purificando as cores
onde minhas mãos meus olhos e minha boca 
foram feitos para te servir
 Te cubro de estrelas iluminando nosso quarto de poesia
entre carícias, beijos e rimas
iluminados 
dormiremos abraçados


Rachel Omena

Tradución para español


Espejo de nuestras almas
 

Tú naces en mí cada amanecer
y en cada pradera verdosa
tú dejas en mi tu esencia
Vive en mi a cada atardecer
en el aire que yo respiro y purifico
Y en el anochecer mi mirar queda sereno
donde viajan mis pensamientos a tu corazón
En las madrugadas hago el amor contigo
viajo por un camino muy largo
subiendo montañas, volando hasta el cielo
 y en cada estrella coloco tu nombre
perdiendo las riendas de mi corazón
porque ahora para vivir necesito de tu amor
Permití que entres en el bosque de mis sentidos
y embriagada estoy de tus dulces palabras
donde beberemos todos los ríos de nuestras bocas
y nuestra respiración se convertirá en el delirio dentro de nuestro universo
Hambrientos buscaremos en nuestros ojos la savia de nuestro sexo
sentiremos nuestras almas recorriendo planos divinos
y cuando el mundo despierte percibirá la luz frente a las sombras
y en sintonia estará el brillo de nuestra complicidad y fantasía
invadiendo tus dominios y purificando los colores
donde mis manos mis ojos y mi boca
fueron hechos para servirte
Te cubro de estrellas iluminando nuestro cuarto de poesía
entre caricias, besos y rimas
iluminados
dormiremos abrazado

Reticências

Reticências

Cristal de uma mulher!!!

Alma de poeta
coração de mulher,
por isso mesmo
vive a poesia
em sua magia
mais pura.

Tens também
por serdes
mulher-poeta
a sensibilidade
de um lírio
na pureza de
sua castidade.

A música mora
em seu coração
de natureza afroditiana,
a poesia em sua
forma mais liquida
dança devaneios
românticos em
sua alma feita
das fibras febris
da paixão.

Erotismo em
forma de mulher,
trovadora do
deleite sensual,
entoas em seus
lábios curvilíneos
os versos das canções
que exaltam o prazer
orgástico na sua mais
doce essência.

Cristal de uma mulher
onde as luzes do
regozijo da fêmea
o atravessam para
iluminarem o mundo
dos homens que delas
carecem desesperadamente.

Cisne branco que nada
soberbamente sob o
lago cristalino da
anima humana, pássaro
frondoso com canto de
sereia que arde em seu
peito encantando-me,
enquanto o escuto
e navego na nau das minhas
visões dionisíacas.

- ELTON SIPIÃO O ANJO DAS LETRAS.
sexta-feira, 7 de junho de 2013