segunda-feira, 25 de abril de 2011

SEMENTE DE MINHA ALMA


Sou verso que canta dentro de tua boca
som de um gozo sem limite e sem sensura
sou a medida de tuas mãos
a brisa do grande e ardente rio
o beijo com perfume e sedução
onde buscas os labirintos de minha alma
perdido alí me encontras


Abro a porta de minhas entranhas
e te ofereço minha semente
de tua terra jorra fogo dentro de minhas águas infinitas
onde meus desejos são teus delírios
ocultimo de nossos sentimentos
 sem medida - forma e cor


SEMILLA DE MI ALMA

Soy el verso que canta en tu boca
sonido de un gozo sin límite y sin censura
soy la medida de tus manos
la brisa de un grande y ardiente río
el beso con perfume y seducción
donde buscas los laberintos de mi alma
perdido allí me encuentras

Abro la puerta de mis adentros
y te ofrezco mi semilla
de tu tierra vierte fuego dentro de mis infinitas aguas
donde mis deseos son tus delirios
ocultos de nuestros sentimientos
sin medida, forma y color


33 comentários:

  1. Un bellísimo poema sensualmente delicado, de una exquisitez única.

    Besos

    ResponderExcluir
  2. Víctor Manuel Guzmán26 de abril de 2011 01:20

    Un poema que rompe los moldes de la alabanza al amor. Más bien es una descripción detallada de la entrega a la pasión y goce del amor.
    Son expresiones personales, muy bien narradas, sin figuras esteriotipadas de lugares comunes sino que la escritora pone una coloración especial: son confidencias y pasiones. Son poemas personales y dirigidos a persona que ama , que ella siente dentro de su cuerpo y de su alma.
    Besos mi amada escritora

    Víctor Manuel Guzmán

    ResponderExcluir
  3. Bello como siempre amiga..
    Un beso



    Un abrazo
    Saludos fraternos..

    ResponderExcluir
  4. Uma sensualidade repleta de poesia, parabéns pelo lindo poema,beijos.

    ResponderExcluir
  5. Delicadamente bello, feliz semana besos.

    Gracias por tu visita.

    ResponderExcluir
  6. As lentas nuvens fazem sono
    As lentas nuvens fazem sono,
    O céu azul faz bom dormir.

    Bóio, num íntimo abandono,
    À tona de me não sentir.

    E é suave, como um correr de água,
    O sentir que não sou alguém,
    Não sou capaz de peso ou mágoa.

    Minha alma é aquilo que não tem.
    Que bom, à margem do ribeiro
    Saber que é ele que vai indo…
    E só em sono eu vou primeiro.
    E só em sonho eu vou seguindo.

    (Fernando Pessoa)


    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Um poema das estrelas,daqueles que vem e caem como luvas na nossa alegria,na expledinda inspiração.Bju.

    ResponderExcluir
  8. Lindo, sensual e erótico. Tudo ao mesmo tempo. A foto aénas coroa todas as palavras.

    Beijo

    ResponderExcluir
  9. Um beijo enorme Rachel, adoro vc seu jeito sua forma e sua escrita.

    Milhões de beijos do ZC

    ResponderExcluir
  10. Intenso...sensual...muito bonito!

    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Bello poema sensual, como siempre. Besos

    ResponderExcluir
  12. minha querida

    Um poema que grita sensualidade, adorei e deixo um beijinho com carinho.

    Sonhadora

    ResponderExcluir
  13. perfeito!
    gostoso de se ler...
    maravilhoso para se sentir..

    bjs.Sol

    ResponderExcluir
  14. Sentimentos a flor da pele,,,desejos,,,ansiedades de amar...lindos versos...grande beijo de bom dia pra ti.

    ResponderExcluir
  15. Sensualidade...a flor da alma...:)
    Beijo d'anjo

    ResponderExcluir
  16. Rachel querida!
    Sensualidade poética que arrepia!
    Lindo, amiga!
    Beijos meus!

    ResponderExcluir
  17. ei boa tarde amiga vim lhe avisar que tem selinho de 180 seguidores para vc no meu cantinho afinal vc parte dessa conquista e tbem o do dia das maes bjos marcia e carlos

    ResponderExcluir
  18. Olá Rachel,
    Gostei muito de seu blog. É belíssimo!
    Esse poema consegue traduzir de forma tão sensível a sensualidade. Parabéns!
    Beijos
    PD

    ResponderExcluir
  19. Olá!
    recebi esta semana o Prêmio Versatilidade, e gostaria de compartilhá-lo com você por ser um grande fã de seus textos e admirar seu espaço!
    Espero que aceite o Presente!
    Passe em meu blog para conferir!

    Obrigado!
    e boa Semana!

    Abraços

    ResponderExcluir
  20. Olá!
    Eu é que agradeço, seu espaço é merecedor deste prêmio!
    Respondendo a pergunta:
    você deve publicar em seu blog, é claro, se você aceitar o presente. Não existe um prazo, você pode guardá-lo se quiser e publicar somente quando achar melhor!

    Se tiver qualquer outra dúvida é só perguntar! terei o maior prazer em ajudar!

    Obrigado!
    Até mais!!!

    ResponderExcluir
  21. obrigada pela visita ao meu blog fiquei muito feliz com sua visita

    VIVER, não é doar um pouco... É doar sempre! Não é superar uma ofensa... É esquece-la! Não é se compadecer... É ajudar mesmo que seja um grande incômodo! Não é apenas sorrir... É fazer sorrir as pessoas que estiverem ao seu lado! Viver não é medir a sua ajuda... É ajudar sempre sem medidas... Não é ajudar apenas os que estão por perto... Mas estar sempre perto de todos aqueles que precisam de ajuda! Quem realmente vive e ama não faz apenas o que pode, mas ama as pessoas de verdade. Como se não houvesse um amanhã por vir!!!" " A flôr que desabrocha na adversidade é a mais rara e bela de todas" AMIGA Com todo meu carinho e agradecimento, por me permitir desfrutar de sua linda, generosa e preciosa amizade. Bjssssss DE MARCIA E CARLOS

    ResponderExcluir
  22. Um poema carregado de sensualidade, Rachel! Um convite à sedução, espelho da alma feminina... E o desejo, travestido de ousadia, se confunde mesmo com labirinto e curvas caudalosas de um rio que deixa-se escorrer ao infinito do encontro.

    Gostei e me aportei!

    Meu carinho

    ResponderExcluir
  23. Bom dia, amiga.
    Pensamento para mais um dia.

    Está no ar uma nova manhã,
    Um novo dia.

    Deus te abençoa com Suas dádivas sem medida, com o bem mais duradouro,
    pois considera sua vida o mais precioso tesouro.

    Para você,
    Desejo todas as cores desta vida.
    Todas as alegrias que puder sorrir.
    Todas as músicas que puder te emocionar.

    Abraços
    Miguel- blog Yehi Or

    ResponderExcluir
  24. Rachel querida que lindos teu poema1 adoro!
    deixo aqui meu carinho!

    ResponderExcluir
  25. Ardor e poesia!!
    Perfeito e lindo!!
    Beijo querida
    Bea

    ResponderExcluir
  26. lindo!!!!! exala sensualidade!! adoro! bjs

    ResponderExcluir
  27. rachelrochaomena.blogspot.com is my favorite site now !

    [url=http://randkisexzone.info]seks randki[/url]

    ResponderExcluir
  28. És verso que canta em minha boca,
    És literatura que salta aos meus olhos,
    És saudade gostava de sentir,
    Lembrança boa de lembrar.

    Sem voce, sou assim....

    Verso sem prosa,
    Tom sem acorde,
    Musica sem melodia,
    Mar sem agua,
    Nuvem sem ceu,

    Coração sem amor.
    Sem vc, sou apenas eu!

    ResponderExcluir
  29. Menina!!!
    Suas páginas são encantadoras e cheias de sensualidade.
    Tudo com muito bom gosto.
    Grata pela sua visita.
    Também vim para ficar...
    Abraços

    ResponderExcluir
  30. Realmente seu blog faz jus a qualidade dos teus versos, muito bonito mesmo. Parabéns

    ResponderExcluir
  31. Magnifico poema!!!! mis felicitaciones. Saludos.

    ResponderExcluir
  32. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  33. Belíssimos poemas, parecem lapidados em cristal, cheio de luz, cor, aconchegante, instigante.
    voltarei
    abraços

    ResponderExcluir

Onde existe luz também existe sombras

Reticências

Reticências

Cristal de uma mulher!!!

Alma de poeta
coração de mulher,
por isso mesmo
vive a poesia
em sua magia
mais pura.

Tens também
por serdes
mulher-poeta
a sensibilidade
de um lírio
na pureza de
sua castidade.

A música mora
em seu coração
de natureza afroditiana,
a poesia em sua
forma mais liquida
dança devaneios
românticos em
sua alma feita
das fibras febris
da paixão.

Erotismo em
forma de mulher,
trovadora do
deleite sensual,
entoas em seus
lábios curvilíneos
os versos das canções
que exaltam o prazer
orgástico na sua mais
doce essência.

Cristal de uma mulher
onde as luzes do
regozijo da fêmea
o atravessam para
iluminarem o mundo
dos homens que delas
carecem desesperadamente.

Cisne branco que nada
soberbamente sob o
lago cristalino da
anima humana, pássaro
frondoso com canto de
sereia que arde em seu
peito encantando-me,
enquanto o escuto
e navego na nau das minhas
visões dionisíacas.

- ELTON SIPIÃO O ANJO DAS LETRAS.
sexta-feira, 7 de junho de 2013