quarta-feira, 29 de junho de 2011

AMOR PROIBIDO



Chegou nu este amor

 caminhando ao segredo de minha vida

Seus passos foram firmes e atrevidos

e como areia movediça vai me afundando

entre beijos ardentes e ousados

 Sinto meu corpo vacilante

deixando-me embriagada e sem ar

ardendo como brasa todo meu interior e

em questão de minutos sem tempo e sem consciência

com incertezas e certezas destes momentos

vai roubando minhas horas de paz

vestindo ele de força e loucuras

Lhe entregarei uma parte de mim

porque a outra é prisioneira de mim mesma

e reflete minha verdade

Recitarei para ele versos proibidos

pois me chama nas horas mais impróprias

onde febril vou ao seu encontro

e o meu céu desce a seu mundo

renascendo minha liberdade

onde a minha única lei é a natureza

e todas as emoções que dançam livres

 Senti o aroma deste homem

sem ataduras e sem tabus

designo do meu destino que me levam

a ver a profundidade de seu olhar

como chama que arde no seu desejo de possuir-me

É profunda a sua sensualidade

e em suas mãos acalenta

profanos prazeres proibidos

despertando meu amanhecer que dormia

nas profundezas de minhas entranhas

Ele busca as flores de minha feminilidade

e não busca meu passado ou meu presente

e nem acalenta meus medos

mais me corteja com seus dedos sobre meu ventre

fazendo o amor docemente como fera no cio e

não ouve a voz secreta de meu coração

esculpindo sua visão no meu rosto bonito

e no meu corpo que ferve silencioso

e que golpeia de desejos

Pede de mim todos os meus momentos

e eu abraço o seu corpo

fazendo amor profundo e sentido



Este amor llegó desnudo
y camina hasta el secreto de mi vida
Tus pasos son firmes y audaces
y como la arena movediza me va hundiendo
de besos calientes y osados
Siento que mi cuerpo tambaleándose
me deja borracha y sin aire
ardiente como si fuesen brasas todo mi interior y
en cuestión de minutos fuera del tiempo y la conciencia
de las incertidumbres y las certezas de esos momentos
va robando mis horas de paz
vistiéndose de fuerza y locuras
Le entregaré una parte de mí
porque el otro es prisionero de mi mismo
refleja mi verdad
Recitaré para él versos prohibidos
pues me llama en las horas más impropias
donde febril voy a su encuentro
y mi cielo se reduce a su mundo
en el que mi libertad renace
donde mi única ley es la naturaleza
de todas las emociones que bailan libres
Sentí el olor de este hombre
sin ventas y sin tabúes
designio de mi destino que me llevan
a ver la profundidad de sus ojos
como una llama que arde en su deseo de poseerme
  Su sensualidad es profunda
y en sus manos aprecia
profanos placeres prohibidos
despertando mi sueño por la mañana
en lo más profundo de mis entrañas
Él busca las flores de mi feminidad
y no busca mi pasado o presente
ni acaricia mis miedos
más me tiene con los dedos en mi vientre
haciendo el amor dulcemente como fiera
sin oír la voz secreta de mi corazón
cincelando su visión en mi cara bonita
y en mi cuerpo que hierve en silencio
que me golpea de deseo
pidiéndome todos mis momentos
y yo abrazo su cuerpo
haciendo un profundo y sentido amor


32 comentários:

  1. Hermoso texto, sensual, delicado, placer leerte.

    Besos

    ResponderExcluir
  2. ¿Qué fuerzas del universo se unen para conseguir que cualquier amor prohibido sea tan diferente a los demás? Tan deseado, tan increíblemente pasional, tan loco que ni la locura es capaz de controlarlo. Y el mundo no existe en esos momentos...

    Hermoso poema.

    ¡Biquiños!

    Carmen.

    ResponderExcluir
  3. Um poema sensual coberto de amor. Muito lindo, beijos.

    ResponderExcluir
  4. lindo demais!!
    como sempre sensual, delicado e ardente..

    bjs.Sol

    ResponderExcluir
  5. Que lindisimo!! cuídate mucho

    Te espero en mi blog

    EvY

    ResponderExcluir
  6. AMOR PROIBIDO tem sabor de coração florescido...de emoções indescritíveis...onde se renova...renasce...sem falar que o amor é imortal...
    Bjs querida para aquecer esse amor proibido,rsrsrsrsrsrs...

    ResponderExcluir
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir

  8. Dejate envolver por la bruma de la primer aurora y nunca te enojes, espera que fluya la calma en el interior del alma...Se duplica el ánimo y la melancolía se evaporará.

    ¡¡Feliz fin de semana para ti y todos los que te rodean!!

    Un montón de besos multicolores!!

    María del Carmen

    ResponderExcluir
  9. Olá, Rachel:
    mais um daqueles poemas que não nos deixam indiferentes, tão intenso e sensual ele é!
    Amor "assim" NÃO É PROIBIDO, NÂO...!!!
    Um enorme prazer ficar no teu blog.
    Beijo do
    Rui

    ResponderExcluir
  10. Oi Loira lindo demais seu poema,e muito envolvente, um bjinho em ti!

    ResponderExcluir
  11. Mi querida Rachel que bellos versos. El amor prohibido, tiene esa mezcla de amor y desamor, esa sensación que en un momento lo tienes todo y luego no tienes nada. Pienso que un amor prohibido debe ser apasionante pero a la vez decepcionante; hay personas que lo viven pero no creo les haga feliz. No hay nada mas hermoso que la libertad de un amor completo, sincero y transparente; no hay nada mas feliz que el amor que se muestra al mundo sin ocultar nada. El amor se vive en libertad, ahí está la clave.

    Muy lindo amiga querida, te dejo mil abrazos con todo mi cariño.

    Elisa Golott

    ResponderExcluir
  12. Sabe querida Elisa tus palabas son verdaderas y acredito. Te cuento que todo que ven facil se va facil tambien ,más es mui complexo todo esto.
    Yo vivi una romance de hada aquelles que muerreria sin elle y de repente despues de tantos años de luchas y verdades que yo acreditava no habia nada de verdad y si mentiras y hipocrisias...un desastre para mi corazón tan minado de amor y dedicación.
    Ahora ya no se el que es cierto ,pero defendo el AMOR intero,fiel,verdadero...MÁS SERÁ QUE ELLE EXISTE O CONTINUA EN LOS CUENTOS DE HADA.
    Vivamos el hoy pero con consciencia de que Dios es el major AMOR. El hombre constroi y destroi su propio YO se encarga de hacielo.

    Besos mi amiga linda

    ResponderExcluir
  13. Hola, tengo mala conexión, tienes un premio de mi blog para ti, me haría feliz que lo recogieras.
    Gracias.
    Te dejo mi ternura
    Sor.Cecilia

    ResponderExcluir
  14. Fui navegando on-line maior do que 3 horas ultimamente, mas eu de modo algum encontrado nenhum artigo fascinante como o seu. É o valor bonita o suficiente para mim. Na minha opinião, se todos os proprietários de sites e blogueiros fizeram material de conteúdo apenas para a direita como você provavelmente fez, a internet provavelmente será muito mais útil do que nunca. baixo custo de seguro de automóvel seguro automóvel acessível

    ResponderExcluir
  15. Hola Linda, gracias por tu hermoso comentario. tu blog es una joya en letras.

    muy bellos los poemas (escritos)
    muy sentidos y emotivos.

    simplemente hermoso todo lo que emana tu alma ..

    besitos

    ღ°´¨)
    ¸.•´¸.•ღ°´¨) ¸.•ღ°¨)
    (¸.•´ (¸.•`ღ° ..:¨¨ღ°¨ღ°Nidiaღ°¨ღ°¨ღ°

    ResponderExcluir
  16. Querida amiga

    O amor tem
    fome de amor,
    como o corpo
    tem fome
    de amar...

    Vida plena em teus dias.

    ResponderExcluir
  17. Minha querida

    Hoje passando apenas para agradecer o teu carinho e apoio...estou voltando e melhor...a amizade é um abraço apertado que nos aquece a alma.

    Beijinhos com carinho
    Rosa

    ResponderExcluir
  18. Poema de uma sensualidade incrível e repleta de ternura.
    Você evoca toda tua alma de mulher através de letras que soam profundamente em meu, nossos corações.
    Um fraterno abraço.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  19. tens dois selinhos que dei ao teu blog, no meu blog!

    se quiseres vai buscá-los

    e apesar das regras impostas, não há nenhumas, só as que tu quiseres!!

    teu blog está de uma sensualidade que mata...


    bejs, sempre

    ResponderExcluir
  20. Querida Rachel,

    Vim agradecer o comentário sobre meu poema Mulher-Hiena no blog do Gambiarra Profana, mas acabei me deparando com um blog sedutor e sensual que através de seus poemas inspirados e imagens instigantes é um verdadeiro convite a liberdade e ao amor sem limites nem barreiras. Inibriantemente envolvido pelo charme de seu espaço, já lhe sigo e prometo voltar mais vezes. Gostaria que me desses a honra de tua presença, tua leitura e de teus comentários no meu espaço pessoal http://emaranhadorufiniano.blogspot.com

    Bjs!!!

    ResponderExcluir
  21. Ana luz por favor me indica o blog que está estes premios e os buscarei amada.

    Beijos e um domino de luz para ti

    ResponderExcluir
  22. A vida é feita de escolhas!

    Há amores proibidos sim! Há amores que apesar de serem possíveis, se tornam impossíveis por razões várias!

    A pergunta temos que a fazer a nós mesmas:
    -Sou mais feliz com um amor proibido, ou sou infeliz porque não consigo matar esse amor dentro de mim?
    E se esse amor impossível nos dá tudo para nos sentirmos amadas,desejadas nem que seja por momentos ou horas?
    E se optarmos por sermos felizes à nossa maneira, certa ou errada?
    O segredo de gerir esse amor, está em nós e na nossa opção!
    Acredito que há amores proibidos mais felizes que muitos que não o são!

    Lindo Cristal, tocou bem fundo este poema!

    Beijo

    ResponderExcluir

  23. Bom dia!
    Amai, pois, a vossos inimigos, e fazei bem, e emprestai, sem nada esperardes, e será grande o vosso galardão, e sereis filhos do Altíssimo; porque ele é benigno até para com os ingratos e maus.
    Sede, pois, misericordiosos, como também vosso Pai é misericordioso.
    Não julgueis, e não sereis julgados; não condeneis, e não sereis condenados; soltai, e soltar-vos-ão. (Lucas 11:35-37)

    Que sua semana seja abençoada e de muita paz!

    Deus seja contigo.

    Blog Yehi Or!
    www.hajalluz.blogspost.com

    ResponderExcluir
  24. Ficamos aturdidos sim, quando nos vemos diante de um AMOR que chega assim, intenso e de forma carregada de emoções...
    Muitas vezes estamos despreparados para vivermos de maneira completa e inteira de tanto pensar em sentimentos em migalhas...
    Lindo seu poema!!!
    Abraços

    ResponderExcluir

  25. Que tu sueño te acompañe
    donde el corazón te quiera llevar
    para sentirte dueño
    de la ruta que cada mañana
    vas a comenzar...

    Y cuando cabalgues
    sobre la espuma blanca
    de un mar agitado
    en los acantilados
    del amanecer...

    Dibuja una estrella
    en el interior del alma
    para abrazar la fantasía
    del gorrión herido
    que volando llego...
    ...a tocar el infinito.

    Gracias!!
    Por permitirme caminar a tu lado...

    María del Carmen

    ResponderExcluir
  26. Esse poema aquece qualquer dia frio, tanta sensualidade escapa que parece sêda deslizando em pele quente. Parabéns! Vou seguir seu blog. Com carinho, Acácia. http://acaciaazevedo.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  27. Saudades minha querida!
    Amo tudo que escreves...vc dá aquela sensação que queremos te ler sempre...aparece menina lind!
    Bjssssssssssssssssss

    ResponderExcluir
  28. Menina querida, cada visita sua é um sopro de esperança e alegria. Vc sabe o quanto te adoro e te admiro não só por ser linda mas este cérebro iluminado!!!!!

    Uma linda noite e sonhos maravilhosos.....

    ResponderExcluir
  29. Amor proibido? Proibido por quem?
    Por convenções? Não, o amor
    -se verdadeiro-é apenas amor.
    Beijinho
    Irene

    ResponderExcluir
  30. Muchas gracias por visitar mi espacio y por seguirme. gracias pro dejar tus huellas ahí, muy amable de tu parte.Lo recibo como un honor para mi.. El Señor la bendiga.

    ResponderExcluir
  31. Querida

    Sua presença sempre doce, iluminada como uma manhã cheia de sol, agradecendo sua presença e seu apoio, aproveito para dizer que seus versos são maravilhosos.
    Beijo,

    Fátima Guerra.

    ResponderExcluir

Onde existe luz também existe sombras

Reticências

Reticências

Cristal de uma mulher!!!

Alma de poeta
coração de mulher,
por isso mesmo
vive a poesia
em sua magia
mais pura.

Tens também
por serdes
mulher-poeta
a sensibilidade
de um lírio
na pureza de
sua castidade.

A música mora
em seu coração
de natureza afroditiana,
a poesia em sua
forma mais liquida
dança devaneios
românticos em
sua alma feita
das fibras febris
da paixão.

Erotismo em
forma de mulher,
trovadora do
deleite sensual,
entoas em seus
lábios curvilíneos
os versos das canções
que exaltam o prazer
orgástico na sua mais
doce essência.

Cristal de uma mulher
onde as luzes do
regozijo da fêmea
o atravessam para
iluminarem o mundo
dos homens que delas
carecem desesperadamente.

Cisne branco que nada
soberbamente sob o
lago cristalino da
anima humana, pássaro
frondoso com canto de
sereia que arde em seu
peito encantando-me,
enquanto o escuto
e navego na nau das minhas
visões dionisíacas.

- ELTON SIPIÃO O ANJO DAS LETRAS.
sexta-feira, 7 de junho de 2013