quinta-feira, 11 de agosto de 2011

VOCÊ CHEGOU



meu amor
quantas águas existiriam
no oceano de tuas palavras e
na travessia te teu infinito
 para navegar rumo ao 
horizonte de meu amor
  e ser alimentado e
 fortalecido de sentimentos  
para que minha alma
viaje até você

eu poderia idealizar este momento
mais eu prefiro o silêncio
de um Eu Te Amo
para que seja rompido o impacto
dos anos que nos procuravam
as estrelas 
e de quando a lua
flutuava no céu cantando hinos
até o dia deste nosso encontro

hoje as palavras são versos de renda
que rasga o orvalho das madrugadas
entre as horas que dorme o sonho
 despertando cada manhã 
para ouvir as batidas de nossos
corações
e caminhar
nos braços da vida

   TU LLEGADA

mi amor
cuanta agua existe
en el océano de tus palabras
para que en su infinita travesía
pueda navegar hacia el
horizonte de mi amor
y alimentar y
fortalecer los sentimientos
de mi alma
y así viajen hasta ti.

yo podría imaginar ese momento
pero prefiero el silencio
de un “Te Amo”
que se rompe en el impacto
de los años  que  buscan
las estrellas
y cuando la luna
cante himnos flotando en el cielo
hasta el día de nuestro encuentro

hoy las palabras son  versos
rasgadas de rocío de la mañana
entre las horas de dormir el sueño
levantándose en la mañana
para escuchar los latidos de nuestro
corazones
y caminando
en los brazos de la vida
                                








29 comentários:

  1. O amor é sempre lindo em seus versos. Lindo seu poema, beijos.

    ResponderExcluir
  2. Bom Dia loira! belos versos que encantam ,beijos!!

    ResponderExcluir
  3. Bom dia minha menina dos olhos conquistador,e a boca?de mel claro,só diz palavras lindas...
    Hoje vc foi longe com essa poesia,leva-nos à uma viagem quase sem volta...
    Estive doente,por isso que me ausentei de alguns amigos,pq a maioria não se ausentou de moim...
    Hj estou te convidando a passar lá no meu cantinho só para dizer que tipo de amiga sou para vc,rsrsrsrsr

    ResponderExcluir
  4. Loira ,,,vou roubar-te a poesia rs,
    te mando beijos!

    ResponderExcluir
  5. Rachel:
    que disser depois do que disseram nos comentários antes do meu?!...
    Que você tem o poder de transformar as palavras e que a sua Poesia nos toca com intensidade! Só isso...!!!
    Parabéns, Amiga.
    Abração do
    RUI

    ResponderExcluir
  6. Rachel,que maravilloso poema,que letra¡que versos,me encantó.Besos inmensos de luz para ti y los que amas.

    ResponderExcluir
  7. Lindooooooo...


    Nada como saber dançar com as palavras desta forma encantadora.



    Beijossssssssssss com muito carinho


    Maria M. Galvão

    ResponderExcluir
  8. Lindo texto amiga querida. Nuestras almas siempre a la espera del amor, de ese amor del bueno, del honesto, real, sincero...ese amor que solo algunos saben entregar y otros lo niegan. Mas el amor puro y noble siempre gana sobre el mezquino y egoista.

    Un abrazo mi linda Rachel

    Elisa

    ResponderExcluir
  9. A poeta guarda segredos de mulher!
    Isto encanta...

    Beijos,
    Jorge

    ResponderExcluir
  10. Ah, o amor que beleza faz no coração e cria esta sensibilidade maravilhosa que voce impõe na sua poesia tão romantica e inspiradora.Aplausos amiga.

    ResponderExcluir
  11. Minha querida

    Um poema cheio de amor...duas almas sintonizadas em amor, que seja eterno minha doce amiga.

    Beijinho com carinho
    Sonhadora

    ResponderExcluir
  12. Querida amiga

    Penso que no silêncio
    de um eu te amor,
    estão todas
    as mais perfeitas
    palavras
    que desejaríamos ouvir...

    Viver é sentir os sonhos
    com o coração.

    ResponderExcluir
  13. que cantinho romantico...vou ficando e deixando bjks doce no ♥...

    ResponderExcluir
  14. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  15. Bom alvorecer!
    Reflexição para o dia de hj...
    Deus é Pai (Poema)
    Composição: Fábio de Melo

    Quando o sol ainda não havia cessado seu brilho,
    Quando a tarde engolia aos poucos
    As cores do dia e despejava sobre a terra
    Os primeiros retalhos de sombra
    Eu vi que Deus veio assentar-se
    Perto do fogão de lenha da minha casa
    Chegou sem alarde, retirou o chapéu da cabeça
    E buscou um copo de água no pote de barro
    Que ficava num lugar de sombra constante.
    Ele tinha feições de homem feliz, realizado
    Parecia imerso na alegria que é própria
    De quem cumpriu a sina do dia e que agora
    Recolhe a alegria cotidiana que lhe cabe.
    Eu o olhava e pensava:
    Como é bom ter Deus dentro de casa!
    Como é bom viver essa hora da vida
    Em que tenho direito de ter um Deus só pra mim.
    Cair nos seus braços, bagunçar-lhe os cabelos,
    Puxar a caneta do seu bolso
    E pedir que ele desenhasse um relógio
    Bem bonito no meu braço
    Mas aquele homem não era Deus,
    Aquele homem era meu pai
    E foi assim que eu descobri
    Que meu pai com o seu jeito finito de ser Deus
    Revela-me Deus com seu
    Jeito infinito de ser homem.
    Bjssssssssssssssssssssssss

    ResponderExcluir
  16. que delícia Rachel..
    amor puro..
    beijos perfumados

    ResponderExcluir
  17. Lindo o amor descrito em tuas palavras encantadoras.
    Acho teu nome, Raquel, lindo, forte e sensual.
    Cheguei em seu blog depois de ler um comentário seu e vou ficar porque gostei de tudo por aqui.
    Venha tomar um chocolate quente comigo no meu blog, sim?
    Beijokas e uma semana linda pra vc.

    ResponderExcluir
  18. Fez-me lembrar a canção que a Simone interpreta - " Você chegou, iluminou o meu olhar..." - Que delícia de poema...
    Abraços

    ResponderExcluir
  19. Olá, Rachel.
    Vim só te agradecer a visita e o comentário.
    É bom termos Amigos nestas e noutras alturas da vida.
    Beijo, querida
    do
    RUI

    ResponderExcluir
  20. "as palavras são versos de renda"

    que lindo....
    parece que estou vendo a suavidade, misturada com detalhe e beleza..

    sempre apaixonada..bom demais!

    bjs.Sol

    ResponderExcluir
  21. Passando para deixar prá ti um dia fenomenal!!!!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  22. hola Rachel,

    escribes con mucha sensibildad y dulzura.

    Un gusto leerte.
    besos

    ResponderExcluir
  23. Minha querida, já faz algum tempo que aqui não passava por motivos que tenho escrito no meu blogue, onde dou uma explicação aos meus amigos, mas agora o pior graças a Deus já vai passando, e, eu também vou passando em casa dos meus amigos e amigas. Para vos mostrar que continuo a ama-los e respeita-los a todos os me merecem. O seu poema é lindo e seu blogue um amor, beijinhos de luz e paz imensa...

    ResponderExcluir
  24. "Eu escrevinho" mais sobre (des)amores;mas o amor em verso... é bonito:)!
    Bjo

    ResponderExcluir
  25. Hermoso poema.
    te dejo saludos

    un beso

    ResponderExcluir
  26. Puxa,Amiga,que versos tão lindos e sentidos... bjs

    ResponderExcluir

Onde existe luz também existe sombras

Reticências

Reticências

Cristal de uma mulher!!!

Alma de poeta
coração de mulher,
por isso mesmo
vive a poesia
em sua magia
mais pura.

Tens também
por serdes
mulher-poeta
a sensibilidade
de um lírio
na pureza de
sua castidade.

A música mora
em seu coração
de natureza afroditiana,
a poesia em sua
forma mais liquida
dança devaneios
românticos em
sua alma feita
das fibras febris
da paixão.

Erotismo em
forma de mulher,
trovadora do
deleite sensual,
entoas em seus
lábios curvilíneos
os versos das canções
que exaltam o prazer
orgástico na sua mais
doce essência.

Cristal de uma mulher
onde as luzes do
regozijo da fêmea
o atravessam para
iluminarem o mundo
dos homens que delas
carecem desesperadamente.

Cisne branco que nada
soberbamente sob o
lago cristalino da
anima humana, pássaro
frondoso com canto de
sereia que arde em seu
peito encantando-me,
enquanto o escuto
e navego na nau das minhas
visões dionisíacas.

- ELTON SIPIÃO O ANJO DAS LETRAS.
sexta-feira, 7 de junho de 2013