quinta-feira, 11 de agosto de 2011

VOCÊ CHEGOU



meu amor
quantas águas existiriam
no oceano de tuas palavras e
na travessia te teu infinito
 para navegar rumo ao 
horizonte de meu amor
  e ser alimentado e
 fortalecido de sentimentos  
para que minha alma
viaje até você

eu poderia idealizar este momento
mais eu prefiro o silêncio
de um Eu Te Amo
para que seja rompido o impacto
dos anos que nos procuravam
as estrelas 
e de quando a lua
flutuava no céu cantando hinos
até o dia deste nosso encontro

hoje as palavras são versos de renda
que rasga o orvalho das madrugadas
entre as horas que dorme o sonho
 despertando cada manhã 
para ouvir as batidas de nossos
corações
e caminhar
nos braços da vida

   TU LLEGADA

mi amor
cuanta agua existe
en el océano de tus palabras
para que en su infinita travesía
pueda navegar hacia el
horizonte de mi amor
y alimentar y
fortalecer los sentimientos
de mi alma
y así viajen hasta ti.

yo podría imaginar ese momento
pero prefiero el silencio
de un “Te Amo”
que se rompe en el impacto
de los años  que  buscan
las estrellas
y cuando la luna
cante himnos flotando en el cielo
hasta el día de nuestro encuentro

hoy las palabras son  versos
rasgadas de rocío de la mañana
entre las horas de dormir el sueño
levantándose en la mañana
para escuchar los latidos de nuestro
corazones
y caminando
en los brazos de la vida
                                








Reticências

Reticências

Cristal de uma mulher!!!

Alma de poeta
coração de mulher,
por isso mesmo
vive a poesia
em sua magia
mais pura.

Tens também
por serdes
mulher-poeta
a sensibilidade
de um lírio
na pureza de
sua castidade.

A música mora
em seu coração
de natureza afroditiana,
a poesia em sua
forma mais liquida
dança devaneios
românticos em
sua alma feita
das fibras febris
da paixão.

Erotismo em
forma de mulher,
trovadora do
deleite sensual,
entoas em seus
lábios curvilíneos
os versos das canções
que exaltam o prazer
orgástico na sua mais
doce essência.

Cristal de uma mulher
onde as luzes do
regozijo da fêmea
o atravessam para
iluminarem o mundo
dos homens que delas
carecem desesperadamente.

Cisne branco que nada
soberbamente sob o
lago cristalino da
anima humana, pássaro
frondoso com canto de
sereia que arde em seu
peito encantando-me,
enquanto o escuto
e navego na nau das minhas
visões dionisíacas.

- ELTON SIPIÃO O ANJO DAS LETRAS.
sexta-feira, 7 de junho de 2013