quinta-feira, 20 de outubro de 2011

GEOGRAFIA



Tenho minha alma inquieta
 quando tu me devora a calma
 carregada de magia está
 tua tormentosa mão
que acaricia o céu de minha silhueta
atravessando montanhas de calor
 correndo minha carne febril e
descobrindo meu tesouro de ondas
 entre múltiplas ousadias
Fora de meus limites tu
és o meu iluminado e

 dentro de minhas entranhas
 lapida minha consciência iluminando
o caminho desta viagem ao meu interior
formando um universo de larvas brilhantes
como rubis dentro da dimensão do meu ser
Teu fogo evoca pura fibra e me desnuda
a pele mergulhada de suor e prazer
Meu sangue vai desmaiando
 dentro de minhas veias
como janelas embriagadas de sereno
e na busca de meu corpo dentro da geografia
tu és dono e senhor

 guardião valente de nossos sentimentos
guardados como calendário pessoal
 de um segredo de amor
Sou a semente
que inquieta tua alma

 dentro do dia e da noite
guerreiro incansável
 homem de amor
 cupido de nossa história
Descubro a vida dentro dos olhos de sua alma
e germinamos juntos nossos frutos

GEOGRAFIA


Tengo mi alma inquieta
 cuando tú me devoras la calma
cargada de tormentosa magia está tu mano
  que acaricia el cielo de mi silueta
atravesando montañas de calor
 corriendo mi carne febril
y descubriendo mi tesoro de ondas en
múltiples osadías
Fuera de mis límites tú
eres el mi iluminado y
 dentro de mis entrañas
lapida mi conciencia iluminando
el camino de este viaje a mi interior
formando un universo de larvas brillantes
como rubíes dentro de la dimensión de mi ser
Tu fuego evoca pura fibra y
 me desnuda la piel
sumergida de sudor y placer
Mi sangre va desmayando dentro de mis venas
como ventanas embriagadas de serenos
y en la búsqueda de mi cuerpo
 dentro de la geografía
tu eres dueño y señor 
guardián valiente de nuestros sentimientos
guardados como un calendario
 personal de un secreto de amor
Soy la semilla que
inquieta tu alma dentro del día y la noche
guerrero incansable
 hombre de amor
 cupido de nuestra historia
Descubro la vida dentro de los ojos de tu alma
y germinamos juntos nuestros frutos





Reticências

Reticências

Cristal de uma mulher!!!

Alma de poeta
coração de mulher,
por isso mesmo
vive a poesia
em sua magia
mais pura.

Tens também
por serdes
mulher-poeta
a sensibilidade
de um lírio
na pureza de
sua castidade.

A música mora
em seu coração
de natureza afroditiana,
a poesia em sua
forma mais liquida
dança devaneios
românticos em
sua alma feita
das fibras febris
da paixão.

Erotismo em
forma de mulher,
trovadora do
deleite sensual,
entoas em seus
lábios curvilíneos
os versos das canções
que exaltam o prazer
orgástico na sua mais
doce essência.

Cristal de uma mulher
onde as luzes do
regozijo da fêmea
o atravessam para
iluminarem o mundo
dos homens que delas
carecem desesperadamente.

Cisne branco que nada
soberbamente sob o
lago cristalino da
anima humana, pássaro
frondoso com canto de
sereia que arde em seu
peito encantando-me,
enquanto o escuto
e navego na nau das minhas
visões dionisíacas.

- ELTON SIPIÃO O ANJO DAS LETRAS.
sexta-feira, 7 de junho de 2013