quarta-feira, 4 de julho de 2012

CONCILIAÇÃO DE AFETO


O teu olhar não tem cor
porque reluz fascinação
O verde exuberante traduz sua essência
o azul forma um arco-iris entre reflexos 
 o vermelho provoca a fúria descontrolada
de meus desejos

Homem que ama o meu corpo  
nele minhas curvas o envolve de prazer
 sente que o mais importante
é o caminho a percorrer
do que a chegada tão desejada
Passeia seus dedos livres e sem tabus 
e sua língua subestima 
o poder de suas surpresas

Daí, não necessito de provas ou portas
mais das muitas maneiras de falar
que me amar lhe faz bem 
e descubro em ti as exatas formas
 de expressar que sou uma mulher
apaixonada por sua atmosfera amorosa


CONCILIACIÓN DE AFECTO


Tu mirada no tiene color
porque reluce de fascinación
El verde exuberante traduce su esencia
El azul forma un arco iris entre reflejos
El rojo produce una furia descontrolada
de mis deseos

Hombre que amas mi cuerpo
en mis curvas te envuelves de placer
siente que lo más importante
es el camino a recorrer
mas que la tan deseada llegada
Pasea sus dedos libres y sin tabús
y su lengua subestima
el poder de sus sorpresas

Por eso, no necesito de pruebas ni puertas
mas de las muchas maneras de hablar
que me amar te hace bien
y descubro en ti las exactas formas
de expresar que soy una mujer
apasionada por tu atmósfera amorosa



Reticências

Reticências

Cristal de uma mulher!!!

Alma de poeta
coração de mulher,
por isso mesmo
vive a poesia
em sua magia
mais pura.

Tens também
por serdes
mulher-poeta
a sensibilidade
de um lírio
na pureza de
sua castidade.

A música mora
em seu coração
de natureza afroditiana,
a poesia em sua
forma mais liquida
dança devaneios
românticos em
sua alma feita
das fibras febris
da paixão.

Erotismo em
forma de mulher,
trovadora do
deleite sensual,
entoas em seus
lábios curvilíneos
os versos das canções
que exaltam o prazer
orgástico na sua mais
doce essência.

Cristal de uma mulher
onde as luzes do
regozijo da fêmea
o atravessam para
iluminarem o mundo
dos homens que delas
carecem desesperadamente.

Cisne branco que nada
soberbamente sob o
lago cristalino da
anima humana, pássaro
frondoso com canto de
sereia que arde em seu
peito encantando-me,
enquanto o escuto
e navego na nau das minhas
visões dionisíacas.

- ELTON SIPIÃO O ANJO DAS LETRAS.
sexta-feira, 7 de junho de 2013