quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

O QUE QUERES DE MIM ?



Se és capaz
de separar sem medo
o romantismo do amor
da superficialidade
presente a um simples ato
Então eu te proponho
um jogo cheio
de êxtases
para o deleite dos dois
Se só queres
 conhecer uma paisagem
cheio de contidas caricias
de frases cheias de ternuras
de companhia desinteressada
idolatria sincera
ou de eventualidade graciosa
Eu te proponho
uma amizade verdadeira
raiando o amor
ilusão e querer
Se só desejas
satisfazer esta necessidade
que a todos nos une
que a todos nos ataca
que  governa a muitos
Te proponharia
uma relação quente
onde seriamos
como duendes
que abrem e fecham
as portas de um palácio
encantado de um bosque

Tu decides....que queres?

Si eres capaz
de separar sin miedo
lo romántico del amor
de la superficialidad
presente en un desliz
Te propondría
un juego lleno
de éxtasis mundano
para el deleite de los dos   

Si solo quieres
divisar un paisaje
lleno de caricias contenidas
de frases llenas de ternura
de compañía desinteresada
de idolatría sincera
 
o de ocurrencias con gracia
Te propondría
una amistad verdadera
rayando en amor
querer y ilusión.  Si solo deseas
satisfacer esa necesidad
que a todos nos une,
que a todos nos ataca
que a muchos nos gobierna   

Te propondría
una travesura calida
donde seriamos
omo duendes
que abren y cierran
las puertas de un palacio
encantado en el bosque.
 
Tú decides…Que quieres?

Reticências

Reticências

Cristal de uma mulher!!!

Alma de poeta
coração de mulher,
por isso mesmo
vive a poesia
em sua magia
mais pura.

Tens também
por serdes
mulher-poeta
a sensibilidade
de um lírio
na pureza de
sua castidade.

A música mora
em seu coração
de natureza afroditiana,
a poesia em sua
forma mais liquida
dança devaneios
românticos em
sua alma feita
das fibras febris
da paixão.

Erotismo em
forma de mulher,
trovadora do
deleite sensual,
entoas em seus
lábios curvilíneos
os versos das canções
que exaltam o prazer
orgástico na sua mais
doce essência.

Cristal de uma mulher
onde as luzes do
regozijo da fêmea
o atravessam para
iluminarem o mundo
dos homens que delas
carecem desesperadamente.

Cisne branco que nada
soberbamente sob o
lago cristalino da
anima humana, pássaro
frondoso com canto de
sereia que arde em seu
peito encantando-me,
enquanto o escuto
e navego na nau das minhas
visões dionisíacas.

- ELTON SIPIÃO O ANJO DAS LETRAS.
sexta-feira, 7 de junho de 2013