sexta-feira, 14 de junho de 2013

ENTRE O SOL E O FOGO




 Hoje eu quero que tu desperte
dentro de minhas veias
e te vista do meu sangue para percorrer
a nascente de meus lábios
Serei a que semeia dentro de tua boca
um néctar de flores misteriosas  
onde um céu se vestirá de escarlate
entre labirintos prazerosos

E neste gozoso prazer
 como animal faminto
vou devorar entre caricias a tua carne
e entre laços e abaços
sol e fogo
 seremos devorados por nossa
sanidade e loucura
e embriagado será nosso ninho
 das ondas de nossa própria seiva

ENTRE EL SOL Y EL FUEGO

Hoy yo quiero que despiertes
dentro de mis venas
y puedas ver mi sangre correr
a la fuente de mis labios
Seré la semilla dentro de tu boca
un néctar de flores misteriosas
donde un cielo se vestirá de escarlata
entre laberintos placenteros
Y en este gozoso placer
y como un animal  hambriento
voy a devorar entre caricias tu carne 
y entre lazos y abrazos
 sol y el fuego
seremos devorados por nuestra
 sanidad y locura
y embriagado será este nido y
en las olas de nuestra propia savia

Reticências

Reticências

Cristal de uma mulher!!!

Alma de poeta
coração de mulher,
por isso mesmo
vive a poesia
em sua magia
mais pura.

Tens também
por serdes
mulher-poeta
a sensibilidade
de um lírio
na pureza de
sua castidade.

A música mora
em seu coração
de natureza afroditiana,
a poesia em sua
forma mais liquida
dança devaneios
românticos em
sua alma feita
das fibras febris
da paixão.

Erotismo em
forma de mulher,
trovadora do
deleite sensual,
entoas em seus
lábios curvilíneos
os versos das canções
que exaltam o prazer
orgástico na sua mais
doce essência.

Cristal de uma mulher
onde as luzes do
regozijo da fêmea
o atravessam para
iluminarem o mundo
dos homens que delas
carecem desesperadamente.

Cisne branco que nada
soberbamente sob o
lago cristalino da
anima humana, pássaro
frondoso com canto de
sereia que arde em seu
peito encantando-me,
enquanto o escuto
e navego na nau das minhas
visões dionisíacas.

- ELTON SIPIÃO O ANJO DAS LETRAS.
sexta-feira, 7 de junho de 2013