sábado, 6 de julho de 2013

DAMA DA NOITE


 Uma flor e seu perfume
   que envolve a beleza
de uma dama que brilha
nas noites vividas
- suave é seu olhar - 
e febris são
 seus amantes e seus amores 
Dona de rituais selvagens
 abraça sua juventude
e respira docemente 
- eu me amo -
eu! -a dama da noite -


 - eu te amo -
  tua palavra é mel e eu te bebo
bebo do orvalho de teus segredos
deleitado-me da raiz de tua terra
- então, coberta serei -
 da sombra amada
 E
 ceifarás a tua flor


Dama

Una flor y su perfume
 que envolve el belleza
de una dama que brilla
en sus noches
- suave es su mirada -
y febriles son
sus amantes y sus amores
Dueña de rituales salvajes
abraza su juventude
y respira dulcemente
- yo me amo -
yo! - el dama de la noite


 - yo te amo -
 tu palabra es miel y yo las bebo
las bebo del rocío de tus secretos
Y placeroso del raíz de tu tierra
- entonce seré cubierta -
 de la sombra amada
 Y
cosecharás a tu flor


Reticências

Reticências

Cristal de uma mulher!!!

Alma de poeta
coração de mulher,
por isso mesmo
vive a poesia
em sua magia
mais pura.

Tens também
por serdes
mulher-poeta
a sensibilidade
de um lírio
na pureza de
sua castidade.

A música mora
em seu coração
de natureza afroditiana,
a poesia em sua
forma mais liquida
dança devaneios
românticos em
sua alma feita
das fibras febris
da paixão.

Erotismo em
forma de mulher,
trovadora do
deleite sensual,
entoas em seus
lábios curvilíneos
os versos das canções
que exaltam o prazer
orgástico na sua mais
doce essência.

Cristal de uma mulher
onde as luzes do
regozijo da fêmea
o atravessam para
iluminarem o mundo
dos homens que delas
carecem desesperadamente.

Cisne branco que nada
soberbamente sob o
lago cristalino da
anima humana, pássaro
frondoso com canto de
sereia que arde em seu
peito encantando-me,
enquanto o escuto
e navego na nau das minhas
visões dionisíacas.

- ELTON SIPIÃO O ANJO DAS LETRAS.
sexta-feira, 7 de junho de 2013