sexta-feira, 6 de setembro de 2013

A GRANDE VISÃO

 


 Caminhe,caminhe
e quando no meio desta caminhada
encontrar um obstáculo
não pare, salte o obstáculo
prossiga -prossiga
caminhe
lá na frente existe um rio
a correnteza é forte
prossiga
olhe para frente
e veja uma ponte
caminhe na ponte
Mais ao chegar na metade da ponte
ela se ruiu
porque na noite passada
as águas do rio estiveram agressivas
e suas águas foram de encontro a ela
Agora estás com medo de passar
" no medo há derrotas "
a ponte ruída não é o obstáculo
caminhe mais,  se escorregar
levante e caminhe
"olhe você conseguiu"
Ao sair da ponte vistes muitas pedras
é difícil caminhar sobre pedras
não pare - caminhe
prossiga-prossiga
porque as pedras do caminho agora
são pequenos obstáculos
caminhe e deixe para trás
tudo o que pode te parar
Tua partida e tua viagem
- sobe agora os degraus -
em cada degrau uma elevação
venceste tuas conquistas
na frente de tudo a vitória é certa
caminhe,prossiga...


LA GRAN VISIÓN

Camina, camina
y cuando en medio de esta caminata
encuentres un obstáculo
no pares, salta el obstáculo
prosigue - prosigue
camina
allá en el frente hay un río
la corriente es fuerte
prosigue
mira por encima
y observa el puente
camina en el puente
pero al llegar a la mitad del puente
este se rompe
porque en la noche anterior
las aguas del río estuvieron agresivas
y estas aguas rompieron parte del puente
ahora estás con miedo de pasar
"en el miedo hay derrotas"
el puente caído no es el obstáculo
camina más y si caes
levántate y camina
"mira lo que has conseguido"
al salir del puente ves muchas piedras
es difícil caminar sobre piedras
no pares - camina
prosigue - prosigue
porque las piedras del camino ahora
son pequeños obstáculos
camina y deja atrás
todo lo que puede parar
tu partida y tu viaje
- sube ahora las gradas -
en cada escalón una paso
para vencer tus logros
al frente de todo la victoria es certera
camina, prosigue


Reticências

Reticências

Cristal de uma mulher!!!

Alma de poeta
coração de mulher,
por isso mesmo
vive a poesia
em sua magia
mais pura.

Tens também
por serdes
mulher-poeta
a sensibilidade
de um lírio
na pureza de
sua castidade.

A música mora
em seu coração
de natureza afroditiana,
a poesia em sua
forma mais liquida
dança devaneios
românticos em
sua alma feita
das fibras febris
da paixão.

Erotismo em
forma de mulher,
trovadora do
deleite sensual,
entoas em seus
lábios curvilíneos
os versos das canções
que exaltam o prazer
orgástico na sua mais
doce essência.

Cristal de uma mulher
onde as luzes do
regozijo da fêmea
o atravessam para
iluminarem o mundo
dos homens que delas
carecem desesperadamente.

Cisne branco que nada
soberbamente sob o
lago cristalino da
anima humana, pássaro
frondoso com canto de
sereia que arde em seu
peito encantando-me,
enquanto o escuto
e navego na nau das minhas
visões dionisíacas.

- ELTON SIPIÃO O ANJO DAS LETRAS.
sexta-feira, 7 de junho de 2013