quinta-feira, 30 de janeiro de 2014

METÁFORAS DE UM SONHO


E a música desenha meus voos e eles são sons

 Nada nos sons impede que me levem além da luz
 me levem além do mar, do sal do mar - dos labirintos -
  intensos que nem eu nem os sonhos
 intensificam esta viagem platônica

 E teus abraços enlaçam o ventre
e a flor da terra é metáfora
 presente de amor feito loucuras
suspiros de prazer dentro do pranto

E quando beija os meus lábios
teus beijos são jardins dentro de meu palácio
banhados de êxtases cristalizados
 cerimônias de sons,
 da música, 
das águas dos mares

Y la música diseña mis vuelos y ellos son sonidos

Nada en los sonidos impide que me lleven más allá de la luz
me lleven más allá del mar, de la sal del mar -de los laberintos-
intensos que ni yo ni los sueños
intensifican este viaje platónico


Y tus brazos enlazan el vientre
y la flor de la tierra es metáfora
presente de amor hecho locura
suspiros de plácer dentro del luto

Y cuando besa mis labios
tus besos son jardines dentro de mi palacio
bañado de éxtasis cristalizado
ceremonias de sonidos
de la música, de las aguas de los mares en colores



Reticências

Reticências

Cristal de uma mulher!!!

Alma de poeta
coração de mulher,
por isso mesmo
vive a poesia
em sua magia
mais pura.

Tens também
por serdes
mulher-poeta
a sensibilidade
de um lírio
na pureza de
sua castidade.

A música mora
em seu coração
de natureza afroditiana,
a poesia em sua
forma mais liquida
dança devaneios
românticos em
sua alma feita
das fibras febris
da paixão.

Erotismo em
forma de mulher,
trovadora do
deleite sensual,
entoas em seus
lábios curvilíneos
os versos das canções
que exaltam o prazer
orgástico na sua mais
doce essência.

Cristal de uma mulher
onde as luzes do
regozijo da fêmea
o atravessam para
iluminarem o mundo
dos homens que delas
carecem desesperadamente.

Cisne branco que nada
soberbamente sob o
lago cristalino da
anima humana, pássaro
frondoso com canto de
sereia que arde em seu
peito encantando-me,
enquanto o escuto
e navego na nau das minhas
visões dionisíacas.

- ELTON SIPIÃO O ANJO DAS LETRAS.
sexta-feira, 7 de junho de 2013