sexta-feira, 27 de novembro de 2015

EM TUA BOCA






As mais belas palavras de tua boca escutei

e somei tudo a janela da minha vida

como um espelho que busca a transparência do tempo

E em movimentos entrelaçados a tua fala

abraçando os teus abraços

os jardins eram sonhos 

trilhados de êxtases


Ali estava o reflexo do que brilha como ouro

como exemplar de uma insuperável história de amor

que em cada palavra se escreve

vivências a nossas vidas

desnuda e úmida 

onde eu sou a rosa e tu o desejo 

8 comentários:

  1. Belo poema de amor. Onde este maravilhoso sentimento, é descrito na perfeição em cada palavra...

    Adorei!

    Beijos e boa semana.

    Mário

    ResponderExcluir
  2. Passo por aqui minha amiga, para te desejar um FELIZ NATAL!

    Beijinhos.

    ResponderExcluir
  3. Mi querida Raquel:
    Paso a desearte Unas felices fiestas navideñas.
    Un gran abrazo
    Sor.Cecilia

    ResponderExcluir
  4. Olá. Belo poema. Falar de amor é sempre muito bom. Parabéns pelo blog. Está lindo.

    ResponderExcluir
  5. Auguri per ogni sorriso che ti farà star bene, per ogni sogno che vorrai realizzare, per ogni bacio che ti scalderà il cuore. Buon anno!

    ResponderExcluir
  6. A Verdade Em Poesia, está a tentar visitar a todos os seus seguidores,para regularizar a situação,pois verifiquei que estava a seguir sem end. ou sem foto,tive de sair e voltar a seguir, deixo um fraterno abraço, desejar também que este ano lhe traga muitas alegrias, e grandes vitórias.
    Atenciosamente. António Batalha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu amigo eu não sei o que acontece por aqui pois quase nada funciona...as postagens já não consigo colocar outras cores e muito mais...um caos..

      Obrigada pelo carinho..bjs

      Excluir
  7. Minha querida já tenho o seu link, para desta forma te seguir mais perto!

    Beijão, lindona!

    ResponderExcluir

Onde existe luz também existe sombras

Reticências

Reticências

Cristal de uma mulher!!!

Alma de poeta
coração de mulher,
por isso mesmo
vive a poesia
em sua magia
mais pura.

Tens também
por serdes
mulher-poeta
a sensibilidade
de um lírio
na pureza de
sua castidade.

A música mora
em seu coração
de natureza afroditiana,
a poesia em sua
forma mais liquida
dança devaneios
românticos em
sua alma feita
das fibras febris
da paixão.

Erotismo em
forma de mulher,
trovadora do
deleite sensual,
entoas em seus
lábios curvilíneos
os versos das canções
que exaltam o prazer
orgástico na sua mais
doce essência.

Cristal de uma mulher
onde as luzes do
regozijo da fêmea
o atravessam para
iluminarem o mundo
dos homens que delas
carecem desesperadamente.

Cisne branco que nada
soberbamente sob o
lago cristalino da
anima humana, pássaro
frondoso com canto de
sereia que arde em seu
peito encantando-me,
enquanto o escuto
e navego na nau das minhas
visões dionisíacas.

- ELTON SIPIÃO O ANJO DAS LETRAS.
sexta-feira, 7 de junho de 2013