terça-feira, 16 de fevereiro de 2016

ME ENTREGO A TEU CHEIRO

Homem teu cheiro me habita a alma
 e te quer receber
Venha me abraçar, vem dormir comigo
Hoje a noite se instala em mim

Lá fora, apenas a noite e em mim
 o teu olhar no meu corpo
Ocupa com teu corpo esse abrigo que te chama

Vem  ser minha morada
tira o que resta de minha roupa
Faz em mim tua morada
E de meu corpo teus pingos de amor


8 comentários:

  1. Que lindo Rachel, quanto tempo não passo por aqui e vejo esta beleza de sentimento pleno de sensualidade num belo convite a viver o amor sublime amor.
    Gostei poetisa.
    Que a semana seja bela e boa e muito inspirada.
    Abraços e beijos com carinho amiga.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu querido obrigada por teu carinho e sensibilidade de tuas letras. Espero que volte sempre! Tantos acontecimentos em nossas vidas e de repente deixamos de fazer o que mais gostamos por motivos maiores que nossas proprias vontade....espero um dia destes voltar a escrever simbolicamente sobre o Amor que ainda acredito existir...um beijo enorme.

      Excluir
  2. Que beleza, meu deus...és linda e tens um corpo fabuloso!
    Parabéns!

    Beijinho doce!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gostou da letra ou do corpo? A letra viverá mais o corpo viajará...kkkk...bjs lindos jorge

      Excluir
  3. gostei muito do seu blog e da forma que escreve, gostaria muito que voltasse a escrever...te convido para visitar meu

    http://spiritmemories.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Onde existe luz também existe sombras

Reticências

Reticências