quarta-feira, 1 de fevereiro de 2017

BALUARTE



Oh' lua que me ama
Sou a chave dos teus precipícios
Sou a água de todos os teus mares
Sou tua bebida mais forte
Sou o que armazena as tuas virtudes
Sou o que corre em tuas veias
Sou o veneno de tuas paixões
Sou a deusa de tuas poesias
Sou a tua arte que vive
Sou o baluarte de teus dias
Sou a conspiração de tua alma
Sou o que ferve dentro de teu sexo
Sou o ventre que te recebe
Sou a mulher de teu amor
Sou a luz que te ama
Sou o teu amanhã
Sou o teu talismã
Oh' lua
Sou eu - Sou eu



Um comentário:

  1. Gostei muito palavras que comove bastante já escrevi no meu caderno muito obrigada

    ResponderExcluir

Onde existe luz também existe sombras

Reticências

Reticências