sexta-feira, 8 de dezembro de 2017

CHAMAS QUE ARDEM DENTRO DE MIM




Rasgando meu corpo
 junto ao teu
eu encontro majestade e utopia.
Lá fora a noite escura sonha com minhas entranhas
como passagem de rios que ardem entre minhas coxas
Já não existe você e eu
agora somos sinônimo de frequências inesgotáveis!

Eu posso agora.te chamar imaculado
pois meu sangue ferve dentro de tua boca
e eu me derramo quente
compassiva  delirante 
Meus seios são febris como o sol
dentro de uma pirâmide
Já não respiro 
sugaste meus sentidos! 




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Onde existe luz também existe sombras

Reticências

Reticências