domingo, 25 de março de 2018

CAFÉ E BEIJO

Calma meu pequeno anjo
porque salto entre as noites e madrugadas
delirando noites quentes e brisa na madrugada
Te penso com um café entre tuas mãos
e um doce olhar ao lembrar do meu nome
e desejo ser invisível
e intocável
para que termine a ausência
a espera, e as horas vazias.


O veludo da noite
cai suave com a doçura de um beijo
e imagino que me envolve com a leve textura
de tua saliva
generosa como água cristalina,
e então a largura do oceano
se faz nada
Hoje te devoro com meu verso
e te acaricio com minhas letras
te imortalizo em minha vida
para que me devolva a alegria
de chegar a viver este beijo.





0 comentários:

Postar um comentário

Onde existe luz também existe sombras

Reticências

Reticências

Cristal de uma mulher!!!

Alma de poeta
coração de mulher,
por isso mesmo
vive a poesia
em sua magia
mais pura.

Tens também
por serdes
mulher-poeta
a sensibilidade
de um lírio
na pureza de
sua castidade.

A música mora
em seu coração
de natureza afroditiana,
a poesia em sua
forma mais liquida
dança devaneios
românticos em
sua alma feita
das fibras febris
da paixão.

Erotismo em
forma de mulher,
trovadora do
deleite sensual,
entoas em seus
lábios curvilíneos
os versos das canções
que exaltam o prazer
orgástico na sua mais
doce essência.

Cristal de uma mulher
onde as luzes do
regozijo da fêmea
o atravessam para
iluminarem o mundo
dos homens que delas
carecem desesperadamente.

Cisne branco que nada
soberbamente sob o
lago cristalino da
anima humana, pássaro
frondoso com canto de
sereia que arde em seu
peito encantando-me,
enquanto o escuto
e navego na nau das minhas
visões dionisíacas.

- ELTON SIPIÃO O ANJO DAS LETRAS.
sexta-feira, 7 de junho de 2013