domingo, 25 de março de 2018

CAFÉ E BEIJO



Calma meu pequeno anjo
porque salto entre as noites e madrugadas
delirando noites quentes e brisa na madrugada


Te penso com um café entre tuas mãos
e um doce olhar ao lembrar do meu nome
e desejo ser invisível
e intocável
para que termine a ausência
a espera, e as horas vazias.


O veludo da noite
cai suave com a doçura de um beijo
e imagino que me envolve com a leve textura
de tua saliva
generosa como água cristalina,
e então a largura do oceano
se faz nada
Hoje te devoro com meu verso
e te acaricio com minhas letras
te imortalizo em minha vida
para que me devolva a alegria
de chegar a viver este beijo.





Um comentário:

Onde existe luz também existe sombras

Reticências

Reticências