segunda-feira, 16 de novembro de 2009

ESTE AMOR TEM HORA CERTA


O homem que eu amo
tem a cor da natureza
tem o hálito da laranjeira
tem o cabelo cor do mel 
tem o desejo e a paixão
tem o silêncio das estrelas
tem o brilho do sol do meio dia
tem as mãos suaves como pluma
tem no sorriso a lua
tem no seu coração o meu amor
tenho no meu coração o seu amor
este amor tem o dia certo
a hora certa da chegada
tem o momento certo do encontro
e o infinito para viver




Rachel Omena

31 comentários:

  1. Olá Rachel.

    A mulher que eu amo,
    tem o sabor das rosas.
    Daquelas rosas
    que nascem sem cor,
    que podemos pintar,
    com as cores do nosso amor.

    É lindo o teu poema. Tem uma força incrivel. Uma paixão intensa.
    Beijos amiga
    Victor Gil

    ResponderExcluir
  2. Lindo poema, cheio de paixão...gostei muito.
    Um beijo
    Sonhadora

    ResponderExcluir
  3. Siempre me a gustado leer sobre el amor.
    Un poema muy lindo.
    Un abrazo.
    Fernando.

    ResponderExcluir
  4. Mi querida amiga.. preciosos tus versos como siempre.. llenos de amor y ternura..

    Un beso preciosa.



    Un abrazo
    Con mis
    Y
    Saludos fraternos

    Que tengas una feliz semana..

    ResponderExcluir
  5. Quanta paixão,que romantismo gostoso. Sensualidade exposta,mas sem apelação. Parabéns pela leveza

    ResponderExcluir
  6. Sorte desse homem, que uma mulher linda possa ver todas essas caracteristica nele

    ResponderExcluir
  7. É isso, quando se ama verdadeiramente desagua nos belos poemas.

    Porreta!

    bjs
    O Sibarita

    ResponderExcluir
  8. Desculpe minha ausência...espero que daqui para adiante eu possa estar mais presente em teu blog e em tua vidinha linda!
    Boa noite...e que tenhas um amanhecer maravilhoso como tu és!
    Beijos com ternura e carinho...

    ResponderExcluir
  9. Adorei, Rachel
    Lindo...colocaria no meu blog pro meu amor.
    Muito lindo e terno.
    Bjsss

    ResponderExcluir
  10. ...que lindooooo

    que lindaaaaaa!!!

    este canto respira amor.

    deixo bjs

    ResponderExcluir
  11. Que magnífico!

    Amar y ser amado, la explosión de placer en el momento justo.


    Una delicia leerte Rachel

    Un abrazo

    ResponderExcluir
  12. Vim regar nossa amizade... mas já estou indo, não quero atrapalhar este idílio amoroso...

    lindoooo!!!

    Beijos.

    ResponderExcluir
  13. Rachel
    Lindo poema!

    Sensivel e tocante!

    Parabéns!

    Gilberto
    nel mezzo del cammim

    ResponderExcluir
  14. INSCRIÇÕES PARA BLOGAGEM COLETIVA ENCERRADAS



    Aviso sobre o sorteio do NOVO ORKUT:



    Acabamos de receber os convites do novo orkut e só vieram 5. Não sabemos se o orkut vai liberar mais convites, mas esperamos a compreensão de todos. Caso o orkut não libere até o dia da blogagem, o restante dos ganhadores irão receber um presente por sedex. Confiam no meu bom gosto? Infelizmente o orkut não nos deixou honrar os 10 convites, mas daremos 5 Bíblias Sagradas, já que estamos perto do natal. O sorteio vai ser pelo site Random. Os 5 primeiros serão ganhadores do convite do novo orkut.

    E depois faremos mais 5 sorteios que receberão via sedex o nosso carinho.


    -------------


    Aviso sobre a BLOGAGEM COLETIVA:


    Nós vamos colocar um sistema de votação onde todos os participantes serão incluídos. Não nos achamos no direito de escolher nenhum conto ou texto. Até porque todos nós, que amamos a palavra, sabemos que cada um tem sua magia. Então Jota Cê e eu vamos colocar do lado direito uma votação. Os 10 textos mais bem votados receberão o layout ou o scrapbooking digital que será feito pela Lelinha da Fábrica de Layouts.

    -------------

    Se eu pudesse, eu juro, daria um abraço com cheiro de Néctar da Flor, bem forte, em todos vocês...


    Beijos jogados no ar, sempre!


    -

    ResponderExcluir
  15. LAU maravilha te encontrar aqui..seja muito bem vinda..meu beijo

    ResponderExcluir
  16. Gilberto obrigada me amigo por tanto carinho,logo irei retribuir teu carinho...meu beijo

    ResponderExcluir
  17. Vivian vc é um amor de amoga meu muito obrigada por tua companhia..beijos

    ResponderExcluir
  18. Víctor Manuel usted es mi principe mi bello poeta..sueño mio...besos mi querido

    ResponderExcluir
  19. Victor Gil meu bello amigo que gosto ter-te aqui comigo...meu grande abraço amigo

    ResponderExcluir
  20. Zininha que bom que voltas-te...logo estrei en teu canto amiga...meu beijo e fique sempre aqui comigo..beijo de luz

    ResponderExcluir
  21. Sonhadora vc sempre minha grande amiga em todos os momentos eu te desejo uma bella semana amiga..beijos

    ResponderExcluir
  22. Rebeca estarei sempre contigo e espero que eu ganhe um bello presente de natal de seu bello blog..meu beijo

    ResponderExcluir
  23. O sonho acabou!...

    Como ébrio chorei a despedida...
    — Iluminaste meu caminho!
    Rasguei teu retrato: o fim de vida!...
    Ó luar... Ó amor — Hoje?! - Sozinho!...

    Ai, âmago! Porta sem medida,
    Cai entardecer, horas de carinho,
    Fito Céu azul... Nuvem sem saída!
    — Ah! Noite estrelada, luz do torvelinho!...

    No quintal pousou nosso bem-te-vi!
    Dias alegres, dias em que te conheci:
    Assinaturas que a ave levou...

    Hoje: - Somente sonhos profundos...
    Declarávamos tudo... Nosso mundo!
    ...Tempo de prazer... O sonho acabou!...

    Machado de Carlos

    Publicado no Recanto das Letras em 11/11/2009
    Código do texto: T1918325

    ResponderExcluir
  24. Encantador...
    maravilhoso.
    Bjos no coração!

    ResponderExcluir
  25. Saudades poeta,
    Fico feliz demais ao ver sua obra literária...
    O mundo blogueiro só tem a ganhar com sua presença e escritos dignos
    de sua sensibilidade.
    Há alguns dias não vinha aqui, aproveitei e me alimentei de
    uma farta porção de sua inspiração... comi suas palavras...nossa, que lindo.
    Hoje vim te ler, e compartilhar com você um presente:
    Sou a poetisa da semana no Blog do VALTER POETA e
    é claro, gostaria que lesse, e caso queira, opine.
    É sempre pra mim um prazer e uma honra saber sua concepção,
    sua opinião, seu parecer.

    Te espero...

    http://valterpoeta.blogspot.com


    Beijinhos...

    Glória

    ResponderExcluir
  26. Olá Rachel,
    obrigada pela visita ao meu blog, pelas palavras carinhosas... não tenho escrito ultimamente... ando muito down... não me apetece escrever, não me apetece pensar... em breve voltarei ao cyber espaço... feliz anovo para ti ... vou acrescentar o teu blog aos meus predilectos... obrigada, beijo

    ResponderExcluir
  27. Oi linda...
    saudades!

    Adorei o texto!

    ResponderExcluir
  28. Felicidades Rachel
    Beijos
    Manuel

    ResponderExcluir

Onde existe luz também existe sombras

DE SUA POESIA

Afortunados são os que tem a capacidade de escrever poesia e fazer seu outro oficio,e também são aqueles que o leem e constroem um refugio onde refrescam seu espírito com a bebida gratificante de palavras e sentimentos, que eleva seu espírito até um céu limpo de nuvens onde só brilha a luz de sua inspiração. Uma obra de arte é boa se há nascido ao impulso de uma íntima necessidade.

Precisamente neste seu modo de engendrar-se radica e estriba o valor da poesia, porque explora as profundidades de onde mana a vida. Alí radica a historiada beleza da poesia, a que coabita o humano e para o humano, a que vá escrevendo paralelamente a história da humanidade. E neste ordenamento perfeito do caos, que antecede a beleza e se concebe a grandiosa poesia.

Muitas vezes me perguntei em meio destes desvelos que me perseguem e que me anuncia a aparição da palavra ¡ Que misteriosos meios, de sopros desconhecidos e germinais movem a este grupo de pessoas a resgatar ”tempo do tempo” para acudir inverno e verão, embaixo da chuva persistente ou um sol que transpassa, a cumprir com uma missão irredutível de escrever poesia.

È muito difícil dar uma opinião sobre o proveito da poesía individualmente; depende de fatores particulares do poeta. Pode ser a concreção de uma necessidade essencial, uma maneira de ver e mostrar o mundo, uma maneira de sentir junto com outros. Do que vou fazer, fazendo este prólogo deste trabalho solitário, silencioso e inspirador que realiza a escritora brasileira Rachel Rocha Omena (Maceió Alagoas). Recebedora deste portentoso mistério, onde recolhe a beleza que sente seu espírito, traslada a palavras com sua máxima expressão . Em cada um de seus poemas nos demonstra que a poesia é como a água que sustenta a terra. Porque atrás da palavra está o sopro poético, e a sombra invisível que forma a arquitetura das paisagens interiores do homem, que constitui a verdadeira essência do ser, que se cobre e dialoga dentro de nós mesmos.

A poesia é a instauração do ser com a palavra. Exatamente é assim. O cristal de uma mulher se transforma e se converte em beleza . Nos eleva ao universo que para a escritora é como uma infinita galeria de arte , de pequenas e grandes obras maestras que sustentam o frágil e as vezes o miserável espectro de nossas realidades. Sente em cada verso a necessidade de ligar e conciliar o mundo com o universo onde habita a harmonia como pedra angular da beleza . Levando a poetisa a estabelecer seu mundo desde onde inicia a construção de seu próprio edifício para abrir a janela das escuridões para a luz, a elevação do cotidiano as comarcas da beleza, assim, a chuva sobre o jardim, o cantar dos insetos nas noites, a espuma e o cheiro do mar ao romper na praia , o aroma do pão ao ser cozido, o homem urbano e seus fantasmas diários, o amor, a ternura, a alegria, todas as pequenas e grandes coisas que fazem uma alma ir repetível poético . Rachel Rocha Omena é uma das escritoras mais peculiares da nova literatura de Alagoas. De versos amatórios vibrantes por seu romantismo e por sua perpetua forma de amar. Leve como suspensa no tempo, os textos e a paisagem. Narrativo do amor que nos transmite laboriosa a cultura das palavras, nos produz o encanto e a serenidade que somente emerge de uma constante harmonia interior.

Há uma linguagem plena de desfrutes do carinho, da generosidade de compartilhar sentimentos , que faz que aflore em cada um dos leitores sentimentos e emoções que voam como uma pluma para os profundos e misteriosos filtros do amor. Esta é a ação e reação alquímica que produz fascinação e fará que nos cerque como espectadores a seu poema a cada momento.

O mérito a sua poesia é como se saíram cristais de sua boca. Palavras de cristais, que encandeiam e encantam e caem no resplendor da memória do leitor. Tem uma trajetória poética pela precocidade e a intensividade e que vence assim a diáspora do tempo nesta terra que há deixado a seus cantores da palavra.

Sua melhor qualidade reside em ser o centro mesmo da claridade e as inspirações do homem, de seu abismo e de seus sonhos mais altos.


Víctor Manuel Guzmán

Maceió Alagoas, 11 de janeiro del 2011

Reticências

Reticências

Cristal de uma mulher!!!

Alma de poeta
coração de mulher,
por isso mesmo
vive a poesia
em sua magia
mais pura.

Tens também
por serdes
mulher-poeta
a sensibilidade
de um lírio
na pureza de
sua castidade.

A música mora
em seu coração
de natureza afroditiana,
a poesia em sua
forma mais liquida
dança devaneios
românticos em
sua alma feita
das fibras febris
da paixão.

Erotismo em
forma de mulher,
trovadora do
deleite sensual,
entoas em seus
lábios curvilíneos
os versos das canções
que exaltam o prazer
orgástico na sua mais
doce essência.

Cristal de uma mulher
onde as luzes do
regozijo da fêmea
o atravessam para
iluminarem o mundo
dos homens que delas
carecem desesperadamente.

Cisne branco que nada
soberbamente sob o
lago cristalino da
anima humana, pássaro
frondoso com canto de
sereia que arde em seu
peito encantando-me,
enquanto o escuto
e navego na nau das minhas
visões dionisíacas.

- ELTON SIPIÃO O ANJO DAS LETRAS.
sexta-feira, 7 de junho de 2013