sábado, 17 de abril de 2010

A DOÇURA DE SER TUA MULHER



No idioma de meus sentidos
te cubro com minhas magnitudes de mulher
e te embriago de desejos entre ressonâncias
abrigando os teus másculos instintos de reprodutor

Minha idéia é correr de dentro de mim e me submergir em ti
no propósito de conciliar minha aura penetrante cor de ouro
e prosseguir na luz que emana de nossos instantes infinitos
Sou filha da noite e soluço de amor gritando o meu grito
escuta porque me descontrolo de emoção
 e faço de teu corpo minhas chamas

Sou fruta doce em tua boca 
 tua ponte que vibra
homem de delicias e emoções 
És tão real que nos tocamos num
 deserto de águas cristalinas
regando de caricias os nossos sonhos
 para vestir-me de você
vou contigo a caminho das estrelas
cantando o sabor de vivermos
eternizando este amor



La dulzura de ser tu mujer


En el idioma de mis sentidos
te cubro con mis magnitudes de mujer
y te embriago de deseos entre resonancias
abrigando tus instintos varoniles de semental
Mi idea es correr dentro de mí y de sumergirte a ti
con el propósito de conciliar mi aura penetrante color de oro
y proseguir en la luz que emanan nuestros instantes infinitos
Soy hija de la noche y sollozo de amor gritanto placer
escucha porque me descontrolo de emoción
 y haco de tu cuerpo mis llamas
Soy dulce fruta en tu boca 
 tu puente que vibra
hombre de delicias y emociones
Es tan real que nos tocamos en el desierto 
de aguas cristalinas
regando de caricias los sueños para vistiendome de ti
voy contigo por el camino de las estrellas
cantando el sabor de vivir
eternizando este amor


Reticências

Reticências

Cristal de uma mulher!!!

Alma de poeta
coração de mulher,
por isso mesmo
vive a poesia
em sua magia
mais pura.

Tens também
por serdes
mulher-poeta
a sensibilidade
de um lírio
na pureza de
sua castidade.

A música mora
em seu coração
de natureza afroditiana,
a poesia em sua
forma mais liquida
dança devaneios
românticos em
sua alma feita
das fibras febris
da paixão.

Erotismo em
forma de mulher,
trovadora do
deleite sensual,
entoas em seus
lábios curvilíneos
os versos das canções
que exaltam o prazer
orgástico na sua mais
doce essência.

Cristal de uma mulher
onde as luzes do
regozijo da fêmea
o atravessam para
iluminarem o mundo
dos homens que delas
carecem desesperadamente.

Cisne branco que nada
soberbamente sob o
lago cristalino da
anima humana, pássaro
frondoso com canto de
sereia que arde em seu
peito encantando-me,
enquanto o escuto
e navego na nau das minhas
visões dionisíacas.

- ELTON SIPIÃO O ANJO DAS LETRAS.
sexta-feira, 7 de junho de 2013