quarta-feira, 15 de junho de 2011

ENCONTRO DE AMOR



 Sou os raios das estrelas prateadas
e me visto com o azul de teu céu e
a felicidade impregna meu coração
e chega nua até tua alma pois
estou dentro de ti para escutar teus sentimentos,
e tua voz vai tocando meu coração
Sigo agora todos os teus passos
e envio minha magia com o calor de minhas asas
e em plenitude abraço cada momento
correndo para ti incontrolável
 como a água da vida
Já estás me esperando sedento
como o mar espera o rio
misturando seu sal com meu doce
fluindo nua e selvagem em tua rota
e sendo acariciada e mimada minha pele
com o fogo de cada beijo e
como dois vulcões ardendo entre nossas linhas
e entre minhas secretas cavidades
 Me toma me possui e me ama
 fazendo-me sua entre os lençóis
de seu mar 


ENCUENTRO DE AMOR


Soy los rayos de las Estrellas plateadas
y me visto con el azul de tu cielo y
la felicidad impregna mi corazón
y llega desnuda  hasta tu alma
me acercando para escuchar tus sentimientos
y tu voz está latente en mi corazón
Sigo tus pasos y te envío mi magia con el calor de mis alas
 y en plenitud abrazo cada momento
corriendo hacia tí incontrolable
como el agua de la vida
 Ya tú me espera sediento
como el mar espera al rio
mezclando tu sal con mi dulce
fluyendo desnuda y selvaje en tu rota
y sus caricias me mima la piel
 con el fuego de tus besos
como dos volcanes ardiendo entre nuestras líneas
entre mis secretas cavidades
Me tomas me posees y me amas
y me haces tuya entre las sábanas
de tu mar


Reticências

Reticências

Cristal de uma mulher!!!

Alma de poeta
coração de mulher,
por isso mesmo
vive a poesia
em sua magia
mais pura.

Tens também
por serdes
mulher-poeta
a sensibilidade
de um lírio
na pureza de
sua castidade.

A música mora
em seu coração
de natureza afroditiana,
a poesia em sua
forma mais liquida
dança devaneios
românticos em
sua alma feita
das fibras febris
da paixão.

Erotismo em
forma de mulher,
trovadora do
deleite sensual,
entoas em seus
lábios curvilíneos
os versos das canções
que exaltam o prazer
orgástico na sua mais
doce essência.

Cristal de uma mulher
onde as luzes do
regozijo da fêmea
o atravessam para
iluminarem o mundo
dos homens que delas
carecem desesperadamente.

Cisne branco que nada
soberbamente sob o
lago cristalino da
anima humana, pássaro
frondoso com canto de
sereia que arde em seu
peito encantando-me,
enquanto o escuto
e navego na nau das minhas
visões dionisíacas.

- ELTON SIPIÃO O ANJO DAS LETRAS.
sexta-feira, 7 de junho de 2013