sexta-feira, 29 de março de 2013

TUA FRAGÂNCIA EM MINHA ALMA





Minha borboleta que cresceste nas estrelas
que recorre os meus céus caminho a meu corpo
deixando marcas de beijos coloridos
 cantando ao tempo e ao silencio da paixão
 deixando a fragrância desta força que vem de
suas palavras de carinho
Minha bela borboleta que pousa
nos jardins de meus sonhos 
acariciando as curvas de meus pensamentos 
 vivendo cada momento que são só nossos
para diminuir nossa distância
Meu amor
as suas asas guardam o pólen
que reproduz das flores 
jogando-o dentro de mim
para  evoluir em minhas entranhas
cobrindo de perfume os lençóis que nutrem
 rios como correntezas do amor
e onde dorme a força 
 de beber nossos desejos



TU FRAGANCIA EN MI ALMA

Mi mariposa que creciste en las estrellas
que recorre mis cielos camino a mi cuerpo
dejando marcas de besos coloridos
cantando al tiempo y al silencio de la pasión
dejando la fragancia de esta fuerza que viene de
nuestras palabras de cariño
Mi bella mariposa que se posa
en los jardines de nuestros sueños
acariciando las curvas de mis pensamientos
para vivir cada momento que son solo nuestros
Mi amor 
sus alas guardan el polen
que reproduce las flores
y que crecen en mis entrañas
cubriendo de perfume las sábanas que nutren
ríos como corrientes de amor
y donde duerme la fuerza
de beber nuestros deseos

Reticências

Reticências

Cristal de uma mulher!!!

Alma de poeta
coração de mulher,
por isso mesmo
vive a poesia
em sua magia
mais pura.

Tens também
por serdes
mulher-poeta
a sensibilidade
de um lírio
na pureza de
sua castidade.

A música mora
em seu coração
de natureza afroditiana,
a poesia em sua
forma mais liquida
dança devaneios
românticos em
sua alma feita
das fibras febris
da paixão.

Erotismo em
forma de mulher,
trovadora do
deleite sensual,
entoas em seus
lábios curvilíneos
os versos das canções
que exaltam o prazer
orgástico na sua mais
doce essência.

Cristal de uma mulher
onde as luzes do
regozijo da fêmea
o atravessam para
iluminarem o mundo
dos homens que delas
carecem desesperadamente.

Cisne branco que nada
soberbamente sob o
lago cristalino da
anima humana, pássaro
frondoso com canto de
sereia que arde em seu
peito encantando-me,
enquanto o escuto
e navego na nau das minhas
visões dionisíacas.

- ELTON SIPIÃO O ANJO DAS LETRAS.
sexta-feira, 7 de junho de 2013