quinta-feira, 6 de junho de 2013

DIAMANTE PROMETIDO


 Te procurei como se procura
um diamante nas profundezas da terra
Te procurei como ouro nas águas de meus sonhos
Me procurou como se procura
uma estrela perdida no grande firmamento
Estou aqui !
Chegou tu e os sonhos se fez vida
naquele momento te olhei e
te vi como em um quadro em movimento
Senti que queimava meu coração
porque ardia como o sol do meio dia
Aquele homem alto vestia a minha alma de luz
e dentro de seus olhos o azul falava e
 brilhava dentro dos meus
Sério e sereno sua imagem selava
rastros a minha imaginação
e eu media sua essência breve
conspirando desejos a beijar-te
Queria ficar ali e te prender
 na minha vontade
de apertá-lo em um abraço
 espelhado à minha essência
Te foste mais a tua  presença
dorme nos meus amanheceres
e acorda nos meus anoiteceres
Voltarás eu sei


DIAMANTE PROMETIDO

Te busqué como se busca
un diamante en las profundidades de la tierra
Te busqué como oro en las aguas de mis sueños
Me busco como se busca
una estrella perdida en el gran firmamento
Estoy aqui!
Llegaste tú y los sueños se hicieron realidad
en aquel momento te ví y 
te ví como en un cuadro en movimiento
Sentí que quemaba mi corazón
porque ardía como el sol de medio día
Aquel hombre alto vestía mi alma de luz
 y dentro de sus ojos el azul hablaba y
brillaba dentro de los míos
Serio y sereno, su imagen sellaba
rastros de mi imaginación
y yo medía su breve esencia
conspirando los deseos de besarte
Quería quedarme ahí y prenderte
 a mi voluntad
de apretarlo en un abrazo
reflejado mi esencia en la suya
Te fuiste pero tu presencia 
duerme en mis amaneceres
y despierta en mis anocheceres
Sé que vas a volver


Reticências

Reticências

Cristal de uma mulher!!!

Alma de poeta
coração de mulher,
por isso mesmo
vive a poesia
em sua magia
mais pura.

Tens também
por serdes
mulher-poeta
a sensibilidade
de um lírio
na pureza de
sua castidade.

A música mora
em seu coração
de natureza afroditiana,
a poesia em sua
forma mais liquida
dança devaneios
românticos em
sua alma feita
das fibras febris
da paixão.

Erotismo em
forma de mulher,
trovadora do
deleite sensual,
entoas em seus
lábios curvilíneos
os versos das canções
que exaltam o prazer
orgástico na sua mais
doce essência.

Cristal de uma mulher
onde as luzes do
regozijo da fêmea
o atravessam para
iluminarem o mundo
dos homens que delas
carecem desesperadamente.

Cisne branco que nada
soberbamente sob o
lago cristalino da
anima humana, pássaro
frondoso com canto de
sereia que arde em seu
peito encantando-me,
enquanto o escuto
e navego na nau das minhas
visões dionisíacas.

- ELTON SIPIÃO O ANJO DAS LETRAS.
sexta-feira, 7 de junho de 2013