domingo, 21 de agosto de 2011

QUANDO O AMOR FALA


Busco teu amor
e beijo teu infinito
na palma de minhas mãos
 assaltando-nos de desejos
porque dentro de nós semeamos rios
que ardem como fogo
Cavalgamos entre lençóis quentes
onde arde esta chama
 copiando em meu corpo nu a tua alma
envolvendo-me em caricias
que me elevam ao céu de teu amor
Agora o amor é verso
e em nossos lábios trêmulos
 celeiro mágicos são nossos sussurros
e nossas palavras de gozo
que conduzem a nossa morada eterna
porque a eternidade nos espera


Cuando el amor habla

Busco tu amor
y beso tú infinitos
en las palma de mis manos
y me asaltos de deseos
donde nosotros formamos ríos de fuego
que cabalgan entre sábanas calientes donde
 arden en llamas dentro de nuestro cuerpo
y que se introducen en tu alma
y me veo entre caricias
que me elevan al cielo de tu amor
Ahora el amor es verso
y en nostros labios trémulos
  mágicos son nuestros sussurros
y nuestras palabras de gozo
que conducen a nuestra morada eterna
por que la eternidad que nos espera


10 comentários:

  1. Este amor sempre será o incio de vidas que forma um universo de letras em seus próprios sentimentos

    Parabéns Rachel ninguém fala mais bonito e sente mais bonito como você.

    Tiro meu chapéu

    Um grande abraço de quem te admira muito amiga

    Matheus Medeiros Neto

    Rio de janeiro

    ResponderExcluir
  2. Boa noite querida!
    Vim te dar um xeroooooooo,e encontro essa beleza de poema,fico a pensar como é gostoso quando podemos emanar amor para as pessoas que amamos e gostamos...
    Não quero que se desculpe,eu entendo sua situação.Quando der vc visita seus seguidores.O importante é eu me lembrar de vc sempre...
    Bjs minha menina flor!

    ResponderExcluir
  3. Amiga,vc canta o amor como poucos...
    Seu blog é belíssimo e tem belios versos.
    bjks

    ResponderExcluir
  4. Amiga vim por que senti saudades de você .Beijus no coraçaõ

    ResponderExcluir
  5. Vc fala de amor e o amor vive em si.Excelente blog.
    Estou sem seu mail ,por favor,envie para mim.
    miriamdesales@gmail.com
    Abração

    ResponderExcluir
  6. La poeta lleva a la máxima declamación lírica la entrega y fusión del amor. Nos traslada al mundo de los sentimientos, donde el humano generosamente entrega su alma y su cuerpo para compartir con la persona amada. Este tributo de la carne es exaltado por la pasión que germina y florece al contacto de la piel.

    ResponderExcluir
  7. Caricias e amor profundo identificam a autora que como ninguém clama ao Amor

    Bom dia

    ResponderExcluir
  8. Canto ao amor estão em todas as suas letras que parecem músicas aos nossos ouvidos

    Ramon Accioli

    Petrolina

    ResponderExcluir
  9. Compreendo que tudo que se traduz aos versos e sentimentos se chama Amor infinito
    E isto Rachel tu falas e acrescenta como um pássaro

    bom demais
    MM

    ResponderExcluir

Onde existe luz também existe sombras

Reticências

Reticências